Zema em campanha

Preto no Branco / 16/09/2021 - 00h12

A engenharia política do governador Zema (Novo), através de pesquisas, já concluiu que a decisão das eleições em Minas Gerais, em 2022, passa pelo interior, já que na capital é clara a divisão, com vantagem para o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, que continua bem avaliado. O interior, a exemplo do Norte de Minas, já virou caminho da roça. Nesta quinta-feira, ele cumpre extensa programação em Montes Claros. Zema chega ao município às 9h, quando, em evento no Anel Sul, anuncia a autorização das obras do Anel Leste, na região do Exército, até a BR-251 e o Anel Rodoviário Norte, ligando a BR-251 a 135, próximo a Somai/Nordeste. A obra terá um novo traçado. Zema visita ainda a Escola Carlos Albuquerque, no Maracanã, e posteriormente a Unimontes, onde fará a entrega de Título de Regularização Fundiária.

 
Zema e Bolsonaro
Na agenda que chegou à coluna, o governador Zema (Novo) cumpre compromisso nesta quinta-feira em Montes Claros. Após pernoitar, segue para Arinos, onde na sexta-feira cumpre agenda com o presidente da República, Jair Bolsonaro, que às 9h lança naquele município, na Fazenda Nevada, o Projeto Pró-Águas. Após almoçar com o chefe da nação, deve retornar à capital mineira.
 
TV Amams
Nesta quinta-feira, o presidente da Amams, Nilson Bispo de Sá, aproveitará a visita do governador Zema para inaugurar a TV Amams, em espaço próprio na sede da entidade. Será mais um canal para divulgar o trabalho que vem sendo realizado pelos prefeitos do Norte de Minas. A transmissão será através do Youtube.
 
Dinheiro da saúde
Uma demonstração que somente a população pagou as contas das medidas impostas pelos governos, com o aval do STF, em relação à pandemia da Covid-19, é que, como num passe de mágica, hospitais que estavam quebrados de repente pararam de reclamar, já que foram abastecidos com vultosos recursos para enfrentamento do vírus. Para a população, o atendimento público continua deficitário. É fato que parte dos recursos públicos destinados aos hospitais não chega ao atendimento do usuário SUS.
 
Apoio para o Senado
Por ocasião da reunião realizada no Cimams, em que compareceram mais de 100 prefeitos, ficou evidenciado que existe uma tendência dos prefeitos do Norte de Minas acompanharem o diretor do Senado, Alexandre Silveira (PSD), na busca, em 2022, da vaga que Minas tem direito no Senado. Ele tem recebido os prefeitos em Brasília com tapete vermelho, inclusive com proposta de ajuda. A este respeito, temos que levar em consideração duas situações: entendo que a confirmação do apoio vai depender da formação das chapas e dos grupos. Se este estiver com candidato na majoritária contrário aos interesses do prefeito, certamente todo esforço vai para o ralo.

Publicidade
Publicidade
Comentários