Ruy no PSC

Preto no Branco / 06/04/2018 - 07h28

A coluna mais uma vez saiu na frente, quando antecipou que o ex-prefeito de Montes Claros e ex-deputado estadual Ruy Muniz trabalharia com o PMB em Minas, mais se filiaria em outra agremiação. Ontem confirmamos a sua filiação no PSC, onde recebeu garantia de legenda para disputar uma vaga no Senado por Minas. O projeto está sendo articulado para que tenha o apoio de cinco outros partidos. Muniz deu entrada ontem com pedido de desfiliação do PSB e hoje assina a ficha no PSC. De qualquer forma, o lançamento solene da filiação ficou para outro momento.

Família Muniz
Nas eleições deste ano, três integrantes da família Muniz de Montes Claros enfrentarão as urnas. O ex-deputado e ex-prefeito Ruy Muniz escolheu o PSC, partido pelo qual a esposa, Raquel Muniz, foi eleita em 2014 deputada federal. A sua irmã, a médica Ariadna Muniz, confirmou candidatura a uma cadeira na Assembleia Legislativa pelo PRB. Já a deputada Raquel Muniz busca a reeleição do PSD. 
 
Afunilando o processo
Diante das especulações de que estava guardando vaga para facilitar entendimento do grupo, o senador Antonio Anastasia (PSDB) gravou vídeo e divulgou na rede social que de fato é candidato ao Governo de Minas. O anúncio oficial coloca fim às especulações de que poderia abrir mão da cabeça de chapa para o deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM). 
 
Composição possível
Não precisa ter bola de cristal para afirmar que a preocupação do principal grupo de oposição em Minas, liderado pelo PSDB, tem sido o de evitar o afastamento das principais legendas e lideranças. O problema é o pouco espaço para disputa na majoritária. Na prática seria duas vagas para abrigar três candidaturas. Para a vaga de vice-governador e senador na chapa de Anastásia, as articulações vêm sendo feitas com o deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM), DinisPinheiro (Solidariedade) e com o PSD, que exige espaço para o ex-prefeito de Uberaba Marcos Montes. 
 
Marcio Lacerda
Não é novidade afirmar que o maior interessado no que está acontecendo com o principal grupo de oposição no Estado é o ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda. Ele sabe que não há como os principais partidos em Minas lançarem candidatura na majoritária, sob risco de naufragarem. Aposta ainda que não há como a embarcação do senador Anastasia abrigar todos os pretendentes. Desta forma, quem não tiver espaço na embarcação tucana, o caminho é o alinhamento com o PSB. 
 
Espinosa
A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário de Minas realiza hoje , em Espinosa, audiência pública para debater a retomada do processo de regularização de terras rurais no município. Segundo assessoria do Governo, desde a reestruturação do programa, em 2015, foram emitidos mais de 2 mil títulos de propriedades rurais.O trabalho é realizado em parceria com a Emater-MG, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, e prefeitura. O evento acontece no Centro Municipal de Eventos, a partir das 9 horas.

Publicidade
Publicidade
Comentários