Relatório da Câmara

Preto no Branco / 29/12/2020 - 00h41

Em decorrência da pandemia da Covid-19, houve redução dos trabalhos da Câmara Municipal de Montes Claros. Foram apenas 45 sessões ordinárias e quatro extraordinárias realizadas em 2020. Somando as quatro audiências públicas, o total é de 53 reuniões. Vale lembrar que deram entrada a 112 Projetos de Lei, dez projetos de resolução e 15 projetos de Decretos Legislativos. Foram nove Projetos de Resolução e três Projetos de Lei Complementar aprovados.

Decisão monocrática
Tem preocupado a população o excesso de decisões monocráticas do STF de assuntos que mexem com a vida do país. O que nos deixa preocupados é o fato de integrantes daquela corte se manifestarem, antecipadamente, sobre determinados assuntos, alvo de julgamento futuro por aquela Casa. Mesmo não sendo operador do direito, sou de opinião que juízes, nas três esferas de poder, só deveriam se manifestar nos autos, apesar de muitos juristas entenderem o contrário.
 
Novela Samu
Antes da virada do ano teremos novidades com relação ao processo eletivo no Cisrun Macro Norte (Samu Regional). Ontem recebemos informações, mas, devido a pedido da fonte, somente divulgaremos após concretização de entendimentos. Na coluna de amanhã vamos anunciar fato novo, provavelmente decisivo dentro do processo.
 
Indicação secretariado
Foi divulgada nas redes sociais neste final de semana a informação de que o ex-vereador Toninho da Cowan teria sido indicado para ocupar a Secretaria de Esportes de Montes Claros a partir do próximo mês. A coluna foi em busca de respostas, conversando com “todos os atores” envolvidos na questão. Apuramos que a notícia, neste primeiro momento, não procede. Pessoas próximas ao prefeito Humberto Souto informaram que este assunto só será discutido depois da posse, sem dia certo para acontecer. O próprio Toninho da Cowan relatou que sequer tinha tomado conhecimento da divulgação do assunto nas redes sociais.
 
Sem recursos
Dentro da estrutura da Prefeitura de Montes Claros, a Secretaria de Esporte é a que conta com menor orçamento. A não ser que receba recursos de emenda parlamentar, ou “verba carimbada” dos governos estadual e federal, o que tem para gastar durante o ano impede qualquer iniciativa. Basta lembrar que Montes Claros, com mais de 400 mil habitantes, não tem uma equipe representando o município na esfera estadual ou federal. Aliás, a única exceção é o América Vôlei, que somente existe graças ao empenho do professor Andrey Souto e ajuda de alguns empresários.
 
Mudança no governo
A expectativa é a de que ainda na primeira quinzena de janeiro o presidente Bolsonaro anuncie mudanças nos ministérios. A expectativa é a de que Minas seja contemplado. As mexidas estão ligadas às eleições no Congresso.

Publicidade
Publicidade
Comentários