Reclamação Copasa

Preto no Branco / 11/11/2021 - 09h08

Depois que comentamos sobre os abusos e o pouco caso da Copasa no atendimento à população de Montes Claros, temos recebido várias queixas. Um exemplo é a denúncia de moradores da rua Bahia, em frente ao número 126, no bairro Renascença, onde já tem quase um mês que a água jorra no asfalto. A queixa foi levada à empresa e divulgada na imprensa, mas a direção fez “ouvido de mercador”. Na minha opinião, a prefeitura é corresponsável, já que é o poder concedente. Se não cobrar o cumprimento do contrato, feito em nome da população, não sabemos a quem mais recorrer.

Asfalto e a política
Recebi queixas de moradores do bairro Ibituruna de que já há algum tempo tem cobrado da prefeitura o asfaltamento de várias ruas. Na região, o valor do IPTU é um dos mais caros da cidade. Sou de opinião que historicamente o asfaltamento de ruas em Montes Claros sempre foi tratado dentro do viés político. Na prática, serve como moeda de troca.
 
Jaíba
O município de Jaíba, no Norte de Minas, será o próximo a receber um hipermercado da rede BH. A previsão é que a nova loja seja inaugurada ainda no primeiro semestre do próximo ano.
 
Onde começa a campanha
De forma rotineira tenho recebido, por parte de candidatos novatos ou assessores, pedido de orientação de como iniciar e desenvolver uma campanha. A resposta é complexa e deve ser analisada separadamente, caso a caso, já que cada candidato tem uma característica e um trabalho próprios. A dica é você comparar o postulante a uma mercadoria, que precisa ser vendida à população, de forma especial ao eleitorado.
 
Covid nos barzinhos
Entre as medidas, orientações e determinações para o enfrentamento da Covid-19 em Montes Claros, chama a atenção a forma com que o Comitê de Enfrentamento à Pandemia tem orientado o prefeito Humberto Souto na adoção das medidas. Um exemplo é o funcionamento dos barzinhos. O cliente só pode entrar no estabelecimento usando máscara. Acontece que já dentro do estabelecimento, a máscara poderá ser retirada, já que não tem como consumir bebidas e alimentos usando a referida barreira. A conclusão a que chegamos é que, para o Comitê, o vírus reside na porta dos estabelecimentos e não no seu interior. Vai entender…
 
Dinheiro do Fundeb
Uma das formas que a Prefeitura de Montes Claros encontrou para gastar até o final do próximo mês todo recurso recebido do Fundeb foi repassar parte para professores aplicarem na melhoria física e construção de escolas e Cemeis, como também licitar a compra de material escolar, merenda e uniforme. Como veio muito dinheiro, ainda corre o risco de ficar uma sobra e ter que ser devolvido ao governo federal. Vale lembrar que o volume de recursos para o próximo ano é maior, mas será diluído pelo retorno das aulas presenciais.

Publicidade
Publicidade
Comentários