Publicação de quinta-feira, 5 de abril de 2007

Preto no Branco / 05/04/2007 - 08h24

PRAZO FINAL

· Nesta segunda-feira, 9, inicia-se o prazo para que os partidos políticos entreguem aos cartórios eleitorais a relação dos eleitores filiados. As agremiações terão apenas uma semana para legalizar suas situações, já que o encerramento do trabalho foi marcado para o dia 16 deste mês. A data foi determinada pelo corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro César Asfor Rocha.

De acordo com o cronograma, os prazos não serão prorrogados e não haverá nova comunicação aos partidos políticos com relação à retirada, nos cartórios eleitorais, a partir do dia 25 de abril, dos arquivos para correção das irregularidades detectadas no primeiro processamento. Essas irregularidades deverão ser sanadas até o dia 4 de maio.

O calendário também estabelece os dias 17 e 18 de abril como período de contingência para encaminhamento da lista de nomes. De 7 a 8 de maio ficou determinado o período de contingenciamento para encaminhamento das relações atualizadas, recebidas entre os dias 25 de abril a 4 de maio, e o período de 9 a 13 de maio para a identificação das duplicidades de filiação.

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

ESURB OU SUDENE?

· Se depender do engenheiro Marcos Maia e da própria cúpula do Partido Trabalhista (PT), a sua permanência à frente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Esurb) será por pouco tempo. É que o PT mineiro, através do deputado Virgílio Guimarães, articula a sua indicação para o escritório da Sudene em Minas, cuja sede seria em Montes Claros. Como a estruturação da nova versão da entidade e a sua própria indicação se arrasta pelos corredores da burocracia brasilense, Marcos Maia, que assume a Esurb nesta segunda-feira, prefere agarrar o certo que esperar pelo duvidoso.

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

TÍTULOS CANCELADOS

· Os eleitores que não votaram nem justificaram a ausência nas três últimas eleições consecutivas podem ter os títulos eleitorais cancelados, caso não regularizem a situação até o dia 26 de abril. A relação dos nomes e respectivas inscrições dos eleitores faltosos estão afixadas nos cartórios eleitorais desde o dia 26 março, quando começou a contagem do prazo de 60 dias para a regularização. Vale ressaltar que os eleitores não serão convocados de forma individual – por telefone, carta ou e-mail. Levantamento realizado pelo TSE indicou que 1,896 milhão de eleitores está nessa situação.

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

CASA DE MÃE JOANA

· Sem que a maioria da população perceba, a prefeitura de Montes Claros,  vem permitindo que a cidade se transforme novamente em “camelódromo”. Vendedores de todos os tipos estão invadindo praças e calçadas da região central sem serem incomodados. Um dos exemplos é a Avenida Arthur Bernardes, próximo à área conhecida como Ponto da Socomil. No local chegaram a colocar, inclusive, uma churrasqueira que vem tomando conta de quase todo o passeio.

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

DE BRAÇOS CRUZADOS

· Se depender dos fiscais da Secretaria de Serviços Urbanos, a área central de Montes Claros continuará sendo invadida por camelôs e vendedores de frutas. Alegam que, enquanto a prefeitura não resolver a situação financeira da classe, eles não pretendem fazer qualquer tipo de esforço para evitar a invasão das calçadas do centro. Quase a totalidade destes servidores está apenas cumprindo o horário de trabalho. “Se a prefeitura não retornar com a gratificação e o pagamento de hora extra, vamos continuar de braços cruzados”, comentou um dos fiscais.

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

FAMÍLIA MACEDO

· O médico e ex-vereador Tancredo Macedo - PP garante que, de uma forma ou de outra, a sua família deverá apresentar um nome para disputar as eleições municipais de 2008. De forma natural, o seu nome passa a ser o primeiro da lista. Entretanto, tudo indica que o seu genro, jornalista Gustavo Mameluque - PSB, seja o escolhido. Caso não vingue nenhum dos dois, a terceira opção será o filho Tancredo Filho (Dui)

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

CAPITÃO ENÉAS

· O quadro sucessório no Norte de Minas começa a ser desenhado. Pelo visto, as campanhas iniciarão muito antes do previsto. Em Capitão Enéas, por exemplo, as articulações já começaram. A única dúvida tem sido em relação à presença ou não na disputa do ex-prefeito Djalma Marques Abreu. Dick, como é conhecido, talvez seja hoje o único político daquela cidade com eleitor cativo. O exemplo foi a eleição passada, quando a sua presença no palco de Reinaldo Teixeira decidiu o pleito. Caso o ex-prefeito seja impedido pela Justiça de concorrer às eleições de 2008, a disputa ficará entre o atual prefeito Reinaldo Teixeira e o diretor do Dnocs, César Emílio.

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

CAPITÃO ENÉAS II

· E falando em Capitão Enéas, não temos dúvidas de que, até meados de 2008, o prefeito Reinaldo Teixeira terá conseguido viabilizar quase a totalidade das propostas apresentadas quando foi eleito. Além das obras físicas, o chefe do executivo daquele município conseguiu um feito que é uma maneira nova de governar, valorizando principalmente setores básicos, como saúde e educação, além de valores morais. Vale lembrar que, há pouco tempo, Capitão Enéas foi manchete nos principais jornais do País, envolvida que foi com corrupção. Aliás, em que pé andam os processos que foram encaminhados à Justiça?

Publicidade
Publicidade
Comentários