Processo embolado

Preto no Branco / 06/07/2018 - 08h44

A divulgação de informação dando conta de que o pré-candidato ao governo de Minas, deputado federal, Rodrigo Pacheco (DEM), busca entendimento com o MDB para fazer parte da sua chapa na disputa majoritária, acabou agitando as articulações no Estado. Tal possibilidade não está descartada, entretanto, entendo que primeiro será necessário definir a queda de braço no ninho emedebista entre o presidente da Assembleia, Adalclever Lopes e o presidente da agremiação e vice-governador, Antônio Andrade. A indefinição no MDB inclusive vem preocupando principalmente os candidatos a deputado da agremiação. Vale lembrar que Pacheco é oriundo justamente do MDB. 

Retrovisor
Temos tido a preocupação de evitar a crítica pela crítica. Entretanto, alguns pontos torna-se necessários comentar neste canto de página. Um exemplo que tem chamado a atenção de parte da população, tem sido o discurso do prefeito de Montes Claros, Humberto Souto, que depois de quase dois anos de mandato, continua olhando pelo retrovisor. Em vez de usar o tempo para falar dos seus projetos e do trabalho que realiza, se limita em criticar a administração anterior. Corre o risco de passar todo o mandato tendo como única preocupação o ex-prefeito Ruy Muniz. Talvez seja uma síndrome.
 
Direção do PDT
Em coluna anterior comentamos sobre a possibilidade do ex-vereador por Montes Claros, Toninho da Cowan, assumir a presidência do PSL no município. A este respeito o próprio Toninho informou à coluna de que não pretende deixar o PDT. A expectativa é de que ele seja indicado vice-presidente da agremiação em reunião que acontece no segundo semestre deste ano. Já está definido que o deputado estadual Carlos Pimenta, assuma a presidência da agremiação.
 
Prazo final
O prefeito que até o dia de hoje não conseguir a liberação de recursos pendentes, seja no governo estadual ou federal, só poderá contar com o dinheiro no próximo ano. É que a partir de hoje (6), em decorrência do calendário eleitoral, ficará proibido a assinatura de convênios e liberação de recursos. Vele lembrar que os convênios assinados anteriormente continuam valendo.
 
Aeroporto
É grande a expectativa de que já no do próximo mês tenha início as obras de recuperação do piso (pista) do aeroporto de Montes Claros, o que melhorará a aderência. Durante a visita a Montes Claros na terça-feira (3), o ministro dos Transportes anunciou a liberação imediata de recursos da ordem de R$ 8 milhões para a obra.
 
Guimarães Rosa
Acertada a decisão da prefeitura de liberar para a população o Parque Guimarães Rosa, onde foi construído inclusive pista para a prática esportiva. A este respeito vale lembrar que antes mesmo de ser eleito vereador, em 2000, o médico Rosemberg Medeiros já lutava para transformação daquele espaço em área de proteção ambiental. 

Publicidade
Publicidade
Comentários