Passagem de comando

Preto no Branco / 08/01/2022 - 00h58

Na coluna de ontem divulgamos que a mudança da estrutura da Polícia Militar no Norte de Minas está marcada para acontecer na primeira quinzena do próximo mês. Fiz o compromisso de divulgar a data assim que receber a informação. Ontem mesmo a coluna apurou que a passagem de comando está confirmada para o dia 11 de fevereiro, às 16h. Falta definir o local. Vale ressaltar que pode haver alteração no calendário.

Calendário eleitoral
É preciso alertar candidatos e profissionais que estarão envolvidos no processo eleitoral que já a partir deste mês começa a valer alguns prazos definidos no calendário eleitoral. Neste mês, por exemplo, pesquisas eleitorais precisam ser registradas no TSE até cinco dias antes da divulgação. Também a partir deste mês fica proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da administração pública e órgãos públicos. Por fim, está proibido realizar despesas com publicidade.
 
Publicidade maquiada
É preciso que a Justiça Eleitoral fique atenta em relação ao que consideramos publicidade e propaganda travestida de notícias. É comum parlamentares repassarem recursos para órgãos de imprensa para divulgar suas ações e opiniões. Aliás, na maioria dos casos, existe uma cota a ser cumprida. Vale ressaltar que não tem nenhuma irregularidade na divulgação do trabalho das lideranças políticas, até considero importante para que a população tome conhecimento de suas ações. O que não pode é enganar o eleitor com matérias pagas.
 
Crise na saúde
Em Montes Claros, os postos de saúde estão lotados e se negando a atender a maioria dos casos. Quem vai em busca de atendimento é encaminhado para a UPA do Chiquinho Guimarães, que só está atendendo urgência e emergência, com febre ou suspeitas graves. Se você tiver tossindo e alegar que teve contato com suspeitos de Covid, também não é motivo para o atendimento. O teste é só daqui dez dias, já que no momento não tem material no município. A recomendação é que o paciente vá para casa, fique isolado até que cheguem os testes. Lamentável.
 
Chegada de empresas
Não consigo entender a facilidade com que parlamentares têm aparecido na mídia se manifestando como padrinho de empreendimentos que estão chegando em Montes Claros. É preciso entender que nenhum grupo monta uma empresa em uma cidade baseado na cor dos olhos do político. Tudo é feito e decidido em cima de pesquisa de viabilidade técnica, econômica, facilidade de escoamento, incentivo, dentre outros. Uma vez, o empresário e amigo Jamil Cury comentou com este jornalista que Montes Claros precisa apenas de lideranças e administradores que não atrapalhem seu crescimento, a chegada de empresas passou a ser um processo natural.

Publicidade
Publicidade
Comentários