Novas avaliações

Preto no Branco / 20/10/2020 - 00h59

Na coluna anterior, abordamos as chances de vários partidos conquistarem uma cadeira na Câmara de Montes Claros, citando os principais nomes. Hoje estamos analisando outras agremiações.

Republicanos
Em Montes Claros, o Partido Republicanos vai às urnas na disputa proporcional com 26 candidatos, sendo 17 homens e nove mulheres. A chance é da agremiação eleger um candidato direto. O nível da disputa pela vaga está bastante equilibrado entre PC Landin, Reinaldo Carrapicho, Professor Everaldo e Pastor Márcio da Quadrangular.
 
PT
O PT de Montes Claros vai para disputa na proporcional com 33 candidatos, sendo 23 homens e dez mulheres. A leitura é de que a agremiação consiga eleger dois candidatos direto. Entretanto, percebemos que alguns nomes estão perdendo força. O partido não consegue avançar no campo ideológico. Na disputa direta estão os candidatos Paulo Rogério, Iara Pimentel e Marlon do Independência. Se houver surpresa será Marcos Maia.
 
PTB
Na disputa por vaga na Câmara de Montes Claros, o PTB está apresentando 23 candidatos, sendo 15 homens e sete mulheres. O partido garante uma vaga direta e busca uma segunda vaga na sobra. Na disputa direta está o vereador Valcir da Ademoc e o vereador Ilton Dias. No páreo, e com chance de surpreender, estariam o cantor Edmilson Batista e o médico Ricardo Alcântara.
 
Rede
O Rede vem para disputa proporcional em Montes Claros com 30 candidatos, sendo 20 homens e dez mulheres. A primeira leitura é a de que a agremiação conquiste uma vaga na Câmara e lutará, com dificuldade, para emplacar um segundo nome. É que o corpo de candidatos não vislumbra votação significante. Na disputa direta estão os três vereadores Rodrigo Cadeirante, Neia Criança Feliz e Ailton do Village.
 
PSC
O PSC de Montes Claros vai para as urnas já sabendo que a tarefa é conseguir conquistar uma vaga na Câmara, seja de forma direta ou através da sobra. A agremiação apresenta 33 candidatos, sendo 23 homens e dez mulheres, quase totalidade coadjuvante. O nome a ser emplacado é do atual presidente da Câmara, vereador Marcos Nem. O segundo mais votado, a princípio, seria Toninho da Coleta.
 
Patriota
Em Montes Claros, o Patriota terá na disputa proporcional 33 candidatos, sendo 22 homens e 11 mulheres. O desenho inicial é de que o partido consiga eleger um vereador, e a disputa estaria entre Ageu da Assembleia de Deus, Joaquim da Costa e Celso Câmara.

PSL
O PSL apresenta chapa completa na disputa proporcional em Montes Claros, sendo 24 homens e 11 mulheres. O desenho é que consiga fazer dois vereadores direto. A disputa dentro da agremiação é equilibrada, com a vereadora Graça da Casa do Motor distanciando um pouco dos demais. Ainda na disputa direta estaria Diu Andrade, Igor Dias, Tenente Kardec e Gildeon da Igreja Batista.

Publicidade
Publicidade
Comentários