Minas Brasil

Preto no Branco / 26/10/2021 - 00h59

É motivo de orgulho para Montes Claros e todo o Norte de Minas o avanço da Minas Brasil, que hoje se tornou referência na área de farmácia, sendo a que mais cresceu na região. O grupo conta com projeto inclusive para atingir outros estados. Ontem recebemos o convite para participar, nesta quinta-feira, às 9h, da sua 50ª loja, situada no bairro São Luiz, em Montes Claros. Vale lembrar que já para o primeiro semestre de 2022, está prevista a inauguração da 51ª loja, situada na confluência da Avenida Sidney Chaves com Presidente Kennedy, na região da Vila Regina. 

Villefort/BH
Como não temos nenhum vinculo com proprietários de supermercados em Montes Claros, ficamos à vontade para divulgar questões de interesse da população. Entre os dois principais grupos que exploram o comércio na cidade, chamam a atenção dois pontos: No que se refere a preços dos produtos, as duas empresas se equivalem. Entretanto, no que se refere à compra pelo crediário, o Grupo BH divide a compra sem embutir juros pelo uso do cartão, o que não acontece com o Villefort.
 
Sucessão presidencial
Tenho tido a preocupação de constantemente analisar o quadro sucessório nacional, por entender que este será responsável pela definição dos nomes na disputa e pela montagem das chapas nos Estados. Agora mesmo estamos assistindo uma divisão dentro do PSDB que pode inclusive inviabilizar acordo com outras agremiações. Os aliados do pré-candidato governador Eduardo Leite (RS) acusam o grupo do governador de São Paulo João Doria de suposta fraude na filiação de 92 prefeitos paulistas. O assunto já chegou à direção nacional da agremiação.
 
Lúcio Bemquerer
O ex-prefeito de Grão Mogol Jeferson Figueiredo manifestou oficialmente sobre o falecimento do empresário Lúcio Benquerer que, além de amigo da família, foi responsável por inúmeros benefícios conquistados pelo município.
Citou que foi ele o responsável pela criação do Presépio “ Mãos de Deus”, hoje conhecido e reconhecido mundialmente, considerado o maior presépio a céu aberto do planeta. Lúcio foi presidente da ACMinas, de 1991 a 1994, tendo sido ainda presidente da Federaminas. Ele também fez parte do Fórum de Líderes Empresariais da Gazeta Mercantil, um dos mais reconhecidos jornais econômicos do Brasil.
 
Regularização fundiária
O Ministério Público deverá investigar empresas criadas para regularização fundiária em Montes Claros e que estão sendo acusadas de terem recebido da população e não realizado o serviço. A prefeitura ciente do problema já está montando a equipe da REURB – Regularização Fundiária Urbana- para cuidar da questão. Após levantamentos, sem constatado que houve irregularidade, o caso será encaminhado à justiça.

Publicidade
Publicidade
Comentários