Melhor prefeito

Preto no Branco / 20/11/2020 - 00h59

Até agora não consigo entender qual critério pessoas da sociedade, eleitoras e admiradoras do prefeito Humberto Souto, têm usado para declarar, nas redes sociais, que o atual chefe do Executivo é considerado o melhor prefeito da história de Montes Claros, superando o ex-prefeito Antônio Lafetá Rebelo. Dizer que a administração tem sido bem avaliada é mais do que natural. Entretanto, tal comparação deve ser creditada à emoção e não à razão. Primeiro, que são períodos totalmente distintos. Toninho Rebelo foi eleito em 1966 e depois em 1977, quando não havia a tecnologia de hoje. Foi o prefeito que pensou além do seu tempo, preparando a cidade para o futuro.

Cotado para Esurb
Informação que circula nos bastidores políticos em Montes Claros é a de que o vereador Edmilson Magalhães (Cidadania), que não conseguiu a reeleição, está sendo cotado para ser aproveitado na diretoria da Esurb. Vale lembrar que o referido legislador já fez parte do quadro de servidores daquela empresa. Edmilson é o primeiro suplente do seu partido.
 
Último mandato
Antes mesmo de assumir o seu terceiro mandato, o vereador Rodrigo Cadeirante (Rede) afirmou que este é o seu último mandato como vereador. Na sua opinião, depois do terceiro mandato, o político deixa de servir à população e passa a se servir da população. Cadeirante explicou que o compromisso de não disputar um quarto mandato foi feito quando eleito pela primeira vez.
 
Covid e as eleições
A imprensa divulgou como novidade o aumento da Covid-19 em todo o país. A este respeito, não precisa ter bola de cristal para prever tal aumento. As autoridades, em todas esferas do poder, sequer tiveram a preocupação em discuplinar a movimentação de pessoas durante o período de eleição. A aglomeração de pessoas em reuniões, comícios, carreatas e outras movimentações de campanha passou a ser um procedimento natural. Somente após a eleição de primeiro turno é que o assunto veio a baile.
 
Energia Limpa
Em reunião semipresencial, na quarta-feira (18), o plenário da Assembleia Legislativa de Minas aprovou projeto do deputado Gil Pereira, que garantirá mais energia limpa, emprego para o Estado e especialmente para o Norte de Minas. A proposta segue para sanção do governador Romeu Zema.
 
Disputa na Câmara
Ainda é cedo para antecipar o que poderá acontecer com a disputa pela presidência da Câmara de Montes Claros. O certo é que antes da deflagração do processo, três nomes já foram colocados, e um quarto nome está sendo articulado pelo PSL. Neste primeiro momento, já se apresentaram para a disputa o atual presidente, vereador Marcos Nem (PSC), o vereador Claudim da Prefeitura (Cidadania) e a vereadora Maria Helena Lopes (MDB). O afunilamento do processo poderá resultar em entendimento.

Publicidade
Publicidade
Comentários