História e a cultura

Preto no Branco / 15/01/2022 - 00h46

Em Montes Claros estamos percebendo que os personagens que fizeram a nossa história estão sendo colocados na “vala do esquecimento”, em detrimento à memória material como casarões, manifestações culturais e logradouros públicos. Figuras importantes que fizeram parte da história, em passado recente, aos poucos vêm sendo esquecidas. Quando homenageadas, os locais escolhidos é a quem dá importância que tiveram para a cidade. Podemos citar inúmeras pessoas, mas para exemplificar temos a professora Ivone Silveira, Nivaldo Maciel, Artur Leite, Elias Siuf, Américo Martins, Felipe Gabrich, José Geraldo Drumond dentre outros.

Eleição da Covid
Dizer que o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco, certamente por conveniência, tem permitido que o Senado seja transformado em circo, com direito a palanque eleitoral, para alimentar interesses principalmente de ala da esquerda, não é nenhum exercício de futurologia. Agora mesmo o senador Randolfe Rodrigues (Rede-PI), que foi vice-presidente da CPI, protocolou requerimento para abertura de outro inquérito com o mesmo teor. A alegação é a de que as investigações agora são sobre enfrentamento da Covid-19 de novembro para cá. Resultado: por interesse meramente eleitoral, estão chamando a população de idiota e mudando o foco da eleição.
 
Pichadores
Como estamos em ano de eleição, já começam a aparecer irresponsáveis pichando locais públicos, achando que estão contribuindo para o crescimento dos que querem eleger como candidatos. Este tipo de gente sabe que está pichando, mas não sabe os motivos que cerca sua atitude. Será que faria o mesmo com suas residências?
 
A região e a AMM
Ainda no primeiro semestre deste ano teremos a eleição para a nova diretoria da Associação Mineira de Municípios (AMM). Entendo que chegou o momento de um prefeito do Norte de Minas se apresentar como candidato. Creio que o resultado positivo do trabalho não será nenhuma surpresa. Hoje temos como exemplo o bom trabalho realizado pelo prefeito de Padre Carvalho, Nilson Bispo de Sá, à frente da Amams, e do prefeito de Patis, Valmir Morais de Sá, à frente do Cimams.
 
Candidato, se apresente!
Em pleno ano de eleição, vários nomes estão sendo apresentados como pré-candidatos ao pleito de outubro, mas perdidos sem saberem por onde começar. É importante que este trabalho comece antes das convenções. O eleitor só vai decidir após saber quem é você, o que tem a oferecer, sua história, ideologia, partido e outros dados. Diante da exposição destas informações, ficará mais fácil trabalhar o eleitor.

Publicidade
Publicidade
Comentários