Havan reinicia obra

Preto no Branco / 04/08/2020 - 00h30

A coluna mais uma vez sai na frente e traz a informação de que diretores do setor de engenharia do grupo Havan chegam a Montes Claros, nesta semana, para reprogramar o início da construção de sua loja, na avenida Dulce Sarmento, ao lado da Tambasa. A expectativa é a de que o pontapé inicial aconteça até o final deste mês. As informações foram colhidas pela coluna junto à diretoria, em Santa Catarina.

Pesquisa eleitoral
Conceituado instituto de Montes Claros realizou, na semana passada, pesquisa de intenção de voto na disputa majoritária no município. Como não foi registrada, e foi feita para consumo interno, somos proibidos de divulgá-la de acordo com a Lei Eleitoral. O fato de o processo não ter sido deflagrado, com os nomes da disputa efetivamente colocados, dificulta uma projeção para o segundo turno. O certo é que quem está na vitrine aparece nas primeiras colocações. A pesquisa também avaliou o presidente Jair Bolsando, que continua em alta no município.

Retorno do Legislativo
A Assembleia Legislativa de Minas retoma hoje as atividades de plenário e das comissões, com discussão, análise e votação de projetos. O retorno é cercado de medidas preventivas de enfrentamento à pandemia da Covid-19, a exemplo de galerias vazias, número limitado de funcionários nos gabinetes, além de outras medidas restritivas. Também em Montes Claros, a Câmara de Vereadores realiza a primeira reunião deste segundo semestre, após o recesso legislativo.

Quociente eleitoral
A falta de entusiasmo do eleitorado e as dificuldades de movimentação impostas pela pandemia da Covid-19, nos leva a acreditar na possibilidade de queda do quociente eleitoral. Em Montes Claros, a previsão inicial era de que o quociente ficaria entre 7.500 a 8.000. A possibilidade de este índice ficar abaixo de 7.000 já vem sendo admitido pelos analistas políticos, do qual me incluo. Caso tal fato seja registrado, o prejuízo maior ficará com os partidos pequenos, uma vez que a tendência é a diminuição de vagas na sobra. A segunda sobra, quando o partido tem direito, mas o candidato não alcança os 10% do quociente, praticamente deixará de existir. A conclusão que podemos chegar é que a possibilidade de partidos na disputa elegerem mais de dois candidatos passa a ser real.

Covid-19
A necessidade de a população se precaver, tomando todas as medidas sanitárias de enfrentamento à Covid-19, é uma recomendação que tem apoio de todos os segmentos da sociedade. O que nos tem preocupado é a forma como os fatos têm sido divulgados, com o objetivo único de provocar pânico junto à população, o que também é prejudicial à saúde. É bom lembrar que o crescente número de casos deve ser creditado a várias razões, dentre elas, o aumento do número de testagem.

Publicidade
Publicidade
Comentários