Futuro político

Preto no Branco / 24/07/2021 - 07h48

Independente se será reeleito ou não, o fato é que a sucessão nacional e, consequentemente, a estadual, passa pela definição do partido em que o presidente Bolsonaro buscará a reeleição. Hoje o mais provável é que busque abrigo no PP. A indicação do Ciro Nogueira para a direção da Casa Civil mostra a tendência da filiação do presidente. É justamente a sua definição que mostrará a acomodação das candidaturas dentro e fora dos partidos, inclusive no Estado e no Norte de Minas.
 
Morte e nascimentos
Notícia divulgada em Montes Claros é que, neste primeiro semestre de 2021, os cartórios da cidade registram o maior número de óbitos de sua história e o menor número de nascimentos. Os dados são atribuídos à pandemia da Covid-19, o que é fato. Entretanto, do ponto de vista científico e estatístico, é preciso que os números e dados sejam analisados com mais profundidade. Toda ação tem uma reação – a ação do vírus e a reação do mundo.
 
Vale
Informação divulgada pela colega Rosângela Silveira, assessora da Fiemg Regional, é a de que a “Vale está à procura de fornecedores para o projeto de energia solar que está implantando em Jaíba”. É mais emprego e renda a serem gerados no Norte de Minas. A notícia é, na prática, uma confirmação dos avanços da energia solar na região, que passou a ser uma referência para todo o país. Aos protagonistas das ações em defesa da implantação de energia limpa, vale o reconhecimento de todos nós.
 
Reforma da Rodoviária
É positiva a notícia de que a Prefeitura de Montes Claros está realizando a reforma do Terminal Rodoviário Ildeberto de Freitas. A este respeito, continuo insistindo que a direção do Executivo tem que ter coragem suficiente para terceirizar aquele espaço. Não justifica transferir para a população os custos para manutenção do local. Os que pagam pelo uso do espaço, da água e da energia, na maioria, não é suficiente para comprar uma cesta básica.
 
Decisão do PSD
Tenho priorizado o comentário sobre a movimentação dos partidos na União. O motivo é possibilitar fazer a leitura das chances dos envolvidos no processo. Agora mesmo, o PSD já articula a possibilidade de filiação do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), do ex-vice governador Clésio Andrade e do atual presidente da Assembleia Legislativa, Agostinho Patrus. Neste caso, tanto Clésio quanto Patrus estariam aptos a serem candidatos da agremiação à vaga no Senado. Vale lembrar que o prefeito de Betim, Vittorio Medioli, já anunciou que deixará o partido.
 
Na contramão
Baseado nas articulações que começam a ser efetivadas, é fato que no interior do Estado a maioria dos candidatos na proporcional, quando do início da campanha, não vão acompanhar a decisão do partido.

 

Publicidade
Publicidade
Comentários