Fiemg/Fiesp

Preto no Branco / 03/09/2021 - 00h50

Tanto no mundo político como no empresarial, o assunto desta semana foi o manifesto divulgado pela Fiemg, condenando a falta de harmonia entre os poderes e decisões do STF, entendidas por vários juristas como afronta à Constituição Federal. Chama atenção o posicionamento divergente ao da federação paulista (Fiesp), que divulgou manifesto saindo em defesa do Supremo. Penso que a tendência da Fiesp é marcar espaço contrário ao posicionamento do governo federal. A entidade elegeu como novo presidente o empresário Josué Gomes (MDB), filho do ex-vice-presidente da República José Alencar, ambos ligados a Lula.

Ônibus fretado
Até agora a Assembleia Legislativa de Minas não conseguiu me convencer de que a aprovação do Projeto de Lei que trata sobre transporte por ônibus fretado não tem como apelo os interesses dos empresários do transporte intermunicipal. Sabemos que a livre concorrência é que resulta no barateamento do serviço. Se a queixa é com relação aos tributos, essa é que deveria ser a tônica da discussão. O governador Zema (Novo) usou as redes sociais para dizer que analisará com equilíbrio e responsabilidade. Se depender da vontade da população, o veto é o mais sensato.
 
Valorização do voto
Elogiável a decisão do Conselho de Veneráveis do Movimento Maçônico do Norte de Minas de abraçar a bandeira de valorização eleitoral da região. Este jornalista talvez seja o único, por estas bandas, que defende a união das entidades de classe em favor dos candidatos regionais. Isto não deve ser entendido como crítica àqueles que, abraçados por parlamentares e prefeitos da região, aqui aportam por considerar que por estas bandas é fácil e barato o voto. O que queremos é uma representação legítima no Congresso Nacional.
 
Discutindo a eleição
O Conselho de Veneráveis do Movimento Maçônico do Norte de Minas marcou para a próxima quinta-feira (9), às 9h, no auditório da ACI de Montes Claros, a discussão da valorização eleitoral na região. A expectativa é a de que as entidades de classe compareçam, se engajem e se manifestem publicamente em favor do projeto. 
 
Manifestação de policiais
Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar e Bombeiros Militar de Minas Gerais, coronel PM Ailton Cirilo, está convocando integrantes das corporações para manifesto que acontece na próxima quinta-feira (9), às 14h, na Cidade Administrativa. O objetivo é cobrar do governador Zema a reposição salarial. Para os militares do Norte de Minas que queiram participar do evento, está sendo colocado transporte à disposição. No Norte de Minas a entidade tem como diretor o coronel Nivaldo Ferreira Neto.

Publicidade
Publicidade
Comentários