DER sucateado

Preto no Branco / 04/01/2022 - 00h59

Antigamente um dos órgãos do Estado respeitados era o DER-MG, Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais. Infelizmente hoje não podemos dizer o mesmo, já que foi totalmente sucateado pelos últimos governos. O órgão que cuidava da manutenção da qualidade das estradas estaduais hoje se limitou a fazer o serviço da Polícia Militar Rodoviária. De conservador de estradas, se especializou na aplicação de multa, que é uma forma de alimentar a ganância do governo. O pior é que nossas lideranças assistem a cena de camarote e de braços cruzados. Aliás, cadê aquele deputado federal, que andava brigando com o DER-MG, para defender o transporte alternativo? 

Rodovias pedem socorro
Quando falamos que o DER-MG perdeu o objetivo, temos vários exemplos, entre eles, a conservação das rodovias sob sua responsabilidade. A falta de manutenção e revitalização da malha apresentou de forma clara as últimas chuvas que ocorreram na região nos últimos dias. Hoje é possível dizer que está quase impossível transitar pela MGT- 122, que tem mais buraco do que massa asfáltica. A mesma situação está enfrentando quem necessita utilizar a rodovia entre Janaúba e Jaíba. Com a palavra o Governo do Estado. 
 
Aproximação
Certamente o fato de ter declarado que é candidato a deputado estadual, o prefeito de Mato Verde, Oscar Lisandro, tem conseguido uma aproximação maior e alguns benefícios junto ao governador Zema, que vê com sua atitude uma forma de contar com Oscar no seu palanque. Para se ter ideia, na visita que fez ao Norte de Minas na semana passada, para ver de perto a situação das cidades prejudicadas com as chuvas, Zema foi convencido a visitar Mato Verde, mesmo não tendo sido devastada pelas chuvas.
 
Ciro dentro ou fora?
Se depender dos diretórios estaduais do PDT em todo o país, o eterno candidato à presidência da República, Ciro Gomes, não enfrentará as urnas este ano. Entre as justificativas apresentadas estão a sua estagnação nas pesquisas, as investigações da Polícia Federal e a dificuldade de composição com outros partidos. Apenas o presidente da agremiação, Carlos Lupi, é que abraçou e insiste com o projeto. Em Minas Gerais, por exemplo, os integrantes do PDT não estão à vontade para participarem da embarcação de Ciro, que consideram “barco furado”. Como em política tudo é possível, quem sabe ele não consegue virar o jogo.
 
Virgílio Guimarães
No início do ano passado comentamos neste espaço que o deputado estadual Virgílio Guimarães havia declarado para seus colegas que não tinha a intenção de continuar na vida política como candidato e que penduraria a chuteira. Chegou a ser ventilada a hipótese de Paulo Guedes desistir da Câmara Federal para disputar uma vaga na Assembleia. Tudo indica que Guimarães continua alimentando o projeto. Na semana passada esteve participando de reunião na Câmara de Vereadores de Porteirinha, quando evitou falar no assunto, mas em determinado momento chamou o ex-prefeito Silvanei Batista de futuro deputado estadual. 

Publicidade
Publicidade
Comentários