DEM

Preto no Branco / 30/03/2018 - 07h40

Movimentando em mais uma pedra no tabuleiro da política mineira, na última quarta-feira, o presidente nacional do DEM, ACM Neto, deu posse ao deputado federal Rodrigo Pacheco na presidência da agremiação em Minas, em substituição ao deputado Carlos Melles. Pacheco foi coroado com os poderes para conduzir as negociações de sua candidatura no estado. Apesar de não ter manifestado, Melles não gostou nem um pouco da forma com que foi afastado da direção, ele que vinha brigando para ser candidato ao Senado na chapa encabeçada pelo senador Antonio Anastasia.

Dia “D”
No próximo dia 7, prazo final para mudança de partido e afastamento de cargo público para os que vão concorrer às eleições deste ano, muitas dúvidas e questionamentos que vem sendo feitos em relação às eleições em Minas já estarão respondidas ou, pelo menos, encaminhados. A principal delas será as opções de candidatura do governador Fernando Pimentel (PT). No campo das especulações, já chegaram a falar que ele será candidato a uma vaga no Senado e até mesmo deputado federal. Tais opções serão respondidas no sábado. É que, se permanecer à frente do governo, só restará a ele a opção de reeleição.
 
Caso de polícia
“Senhores, pais ou responsáveis, devido ao recurso da merenda escolar não ter sido repassado à Caixa Escolar, informamos que, a partir do dia 21 de março de 2018, quarta-feira, não haverá merenda. Os alunos deverão trazer seu próprio lanche”. Bilhete com este teor, encaminhado aos responsáveis pelos alunos do Colégio Tiradentes em Montes Claros, foi o suficiente para que o comandante-geral da Polícia Militar priorizasse a dispensa do capitão José Dúlio da direção daquele educandário. O descontentamento chegou ao grau máximo depois que o referido bilhete foi parar nas mãos do deputado estadual Sargento Rodrigues (PDT), que cuidou de levar o assunto ao plenário da Assembleia Legislativa com duras críticas. Aliás, a informação é de que o último recurso chegou à escola em novembro do ano passado.
 
Aniversário da Amams
A Câmara de Montes Claros aprovou, na última terça-feira, proposta do vereador Valcir da Ademoc para que seja homenageada a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) com a placa Alfres José Lopes de Carvalho, pelos 40 anos de existência. Vale lembrar que o vereador proponente trabalhou na entidade por 19 anos.

Publicidade
Publicidade
Comentários