Definição do quadro

Preto no Branco / 10/09/2020 - 00h59

Com o fim das convenções, que terminam na próxima quarta-feira, fica a expectativa de como estarão formada as chapas, tanto na disputa proporcional, como na majoritária. Em Montes Claros, faltam apenas alguns ajustes para sabermos onde estará cada agremiação na corrida pela direção do executivo municipal. Dos partidos considerados médios e grandes, a expectativa fica por conta de qual posição adotarão o MDB e o PTB na disputa majoritária, o que saberemos somente na convenção.

Dinheiro da Covid-19
Prefeitos e governadores estavam na expectativa da aprovação, no plenário do Senado, da proposta que permite aos Estados e municípios utilizar até 31 de dezembro de 2021 os recursos recebidos do governo federal para ações relacionadas à pandemia da Covid-19. A matéria seria votada no dia de ontem, mas até o fechamento da coluna não havia sido divulgado o resultado. O texto é de autoria da senadora Simone Tebet (MDB-MS). Pela atual legislação, o que não for utilizado até o final deste ano deve ser devolvido. Vale lembrar que Montes Claros, por exemplo, não gastou nem a metade dos recursos recebidos do governo federal ou através de emendas parlamentares.
 
Qualidade dos candidatos
Até bem pouco tempo, a escolha dos candidatos na disputa proporcional tinha como principal critério o cidadão (a) representar algum segmento da sociedade, ter folha de serviço prestado ou envolvimento social. Na prática, os eleitores tinha a opção de escolher o candidato pela qualidade. Hoje, analisando as chapas apresentadas, fica claro que falta opção aos eleitores, o que na prática favorece quem já está no poder.
 
Antecipando resultado
Nas eleições majoritárias em Montes Claros este ano, somente após as convenções, será possível iniciar um levantamento em relação às chances de cada um. Vale ressaltar que qualquer pesquisa só vale para o momento, já que “uma vírgula fora do lugar” é capaz de mudar todo o processo. É preciso levar em consideração quem lidera, se tem chance de crescer ou estagnar, e principalmente, quais os nomes estarão polarizando a disputa.
 
Indefinição
O PC do B de Montes Claros prometeu para hoje decidir em qual embarcação vai navegar na disputa majoritária em Montes Claros. O que chama a atenção é o fato da agremiação manter conversa tanto com candidatos ligados a direita como da esquerda. O interessante é que nem mesmo entre os integrantes do partido existe um consenso em relação ao caminho a ser adotado. O coordenador do partido, vereador Daniel Dias, admitiu que existe conversa com o Cidadania, PT e agora com o PV de Emerson Guimarães. O assunto será decidido hoje (10), durante reunião em Belo Horizonte, com o presidente do partido comunista em Minas, Wadson Ribeiro.

Publicidade
Publicidade
Comentários