Avaliação política

Preto no Branco / 17/10/2020 - 00h44

Antes de me afastar das atividades profissionais, por problema de saúde, havia iniciado uma avaliação das candidaturas no Norte de Minas, a começar por Montes Claros. A partir de hoje, daremos continuidade, lembrando que a avaliação política é feita para o momento e uma reavaliação é natural.

PDT
Em Montes Claros, a disputa de vaga na proporcional pelo PDT permite avaliar que a agremiação conseguirá eleger um vereador. Até então, são 23 candidatos, sendo 16 homens e sete mulheres. Até prova em contrário, as maiores chances de aprovação nas urnas estão com Raimundo do INSS, Fernando Anjo do Futuro e Marly do Povo. Se houver uma surpresa, será a defensora Maysa Rodrigues. Pelas minhas contas, a agremiação dificilmente conseguirá ultrapassar 10 mil votos.
 
Avante
Se as eleições fossem hoje, o Avante estaria em condições de eleger um vereador e apostaria em outro na sobra. O partido conta com 25 candidatos, sendo 17 homens e oito mulheres. A disputa está entre Raquel Muniz, Dr. Marlon e o professor Pedro Almeida.
 
PSB
Até então, a chapa do PSB em Montes Claros, que conta com 30 candidatos, sendo 20 homens e dez mulheres, o único com chance real é o vereador João Paulo Bispo, que no pleito passado teve 1.300 votos e pode aumentar. De qualquer forma, pelos nomes apresentados, o partido corre o risco de tentar buscar a vaga somente na sobra.
 
DEM
Apesar de contar na chapa com três a quatro nomes interessantes, o DEM, pelo andar da carruagem, aposta em conquistar uma vaga na sobra, o que vejo que também será difícil. São apenas 16 candidatos, sendo 11 homens e cinco mulheres. Com maior visibilidade no grupo está a ex-vereadora Rita Vieira.
 
MDB
A expectativa dentro do MDB de Montes Claros é que o partido consiga eleger dois vereadores direto e tente conseguir uma outra cadeira na sobra. A disputa direta está entre os quatro vereadores (Idelfonso da Saúde, Maria Helena, Dr. Valdivino e Elair). Fora do quadro poderá surgir surpresa, como o médico Wagner Leite. Como o número de vagas é limitado, no time alimenta o sonho, com poucas chances, Taidim, Dim da PC e os ex-vereadores Ladislau e Gilmar Ribeiro.
 
PP
O PP em Montes Claros aposta que consegue eleger dois vereadores, mas o certo é que seja um direto e tente o outro na sobra, reforçado pelo voto de legenda. O partido conta com 25 candidatos, sendo 13 homens e 12 mulheres. A disputa direta está entre o ex-vereador Lêga Policial, Ceci Protetora e Sérgio Pereira.
 
Novas avaliações
Na próxima coluna teremos oportunidade de concluir a análise dos partidos restantes.

Publicidade
Publicidade
Comentários