Apoio para o Senado

Preto no Branco / 29/07/2021 - 07h19

Um dos nomes que vem forte para a disputa pela vaga de Minas no Senado é o do delegado Alexandre Silveira, que além de ser suplente de Antonio Anastasia, é presidente do PSD de Minas e secretário-geral do PSD Nacional. Ele vem para a disputa com apoio do próprio Anastasia e do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que é seu padrinho na empreitada.
 
Rodando em círculo
Tenho assistido pré-candidatos a deputado que vão tentar a eleição estadual e federal, pela primeira vez, totalmente perdidos. Na prática, estão rodando em círculo, sem saber sequer por onde começar. Faltam planejamento, programação e principalmente definir seu público-alvo. Se não bastasse, estão usando a pandemia da Covid-19 como pano de fundo, o que não é justificativa. A este respeito, não tenho dúvidas de que a quase totalidade destas candidaturas ficará no meio da estrada.
 
Vereador senador
O empresário da área de farmácia, conhecido como Toni da Farmácia, que já foi vereador em São João da Ponte, e no ano passado disputou uma vaga na Câmara de Montes Claros pelo PSD, obtendo 250 votos, postou em sua rede social que será candidato a uma vaga no Senado. O certo é que deixará o PSD para buscar abrigo em outra agremiação. A este respeito, sem querer ser pessimista, o seu primeiro obstáculo será encontrar uma agremiação que abrace o seu projeto, levando em consideração a votação obtida na eleição de 2020.
 
Evasão escolar
As escolas públicas em todo país, e no Norte de Minas não é diferente, estão encontrando dificuldades em convencer os alunos a retornarem à sala de aula. A responsabilidade tem sido creditada à dificuldade de estrutura e falta de estímulo que encontraram nas aulas on-line. O pior é que os dirigentes do setor de educação estão sem saber como contornar o problema.
 
Encontro da Saúde
Na manhã de hoje, a partir das 8h, o Cimams promoverá em sua sede, em Montes Claros, encontro com secretários de Saúde do Norte de Minas. Segundo o presidente do consórcio, o prefeito de Patis, Valmir Morais de Sá, o objetivo é avaliar a gestão da saúde em toda região, procurando saber quais as medidas necessárias para fortalecer o setor.
 
Decreto Municipal
Até que enfim a Prefeitura de Montes Claros usou de bom senso ao utilizar o mesmo critério para os barzinhos de modo geral e dos barzinhos dos clubes sociais, que até então vinham sendo proibidos de funcionar. Ainda com relação aos clubes, é mais do que urgente que as normas sejam analisadas de forma específica, já que estão todos praticamente quebrados. Aliás, é preciso rever o valor para liberação dos alvarás. Estão cobrando como se neste período de pandemia, quando os clubes não geraram renda, os mesmos estivessem funcionando normalmente.

 

Publicidade
Publicidade
Comentários