Visita relâmpago

Plenarinho / 04/07/2018 - 08h19

O governador Fernando Pimentel fez uma visita relâmpago às obras da Barragem de Viamão, em Mato Verde, no Norte de Minas, quando ficou apenas 10 minutos no local. Temendo protestos dos professores em greve, a visita foi mantida em sigilo absoluto. Nem mesmo o prefeito de Mato Verde, Oscar Lisandro pode comparecer. Pimentel chegou no campo de pouso da cidade, usando um helicóptero e depois embarcou em carro, chegando a comunidade de Melancias, onde fica a barragem. Desceu e descerrou a placa, ao lado do diretor regional da Associação Mineira dos Municípios, José Barbosa Zinga, e de assessores. Sem qualquer discurso, foi embora. 
 
Ministro
A deputada Raquel Muniz realmente não para. Agora mesmo trouxe ontem, à Mon tes Claros, o Ministro dos Transportes, Valter Casimiro. Foi uma boa oportunidade para tratar com ele sobre a ampliação daBr-251; da licitação da Br-135, trecho entre Manga e São João das Missões, dentre outro assuntos.
 
Outro ministro
Já na quinta-feira, amanhã, quem visita Montes Claros é o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, que visitará o Hospital Veterinário Renato Andrade, e se encontra com a classe rural que tratará com ele de diversos assuntos atinentes ao acerto das Dívidas Rurais que estão ocorrendo. Os produtores reclamam que o Banco do Brasil não tem cumprido os termos da Medida Provisória que permite renegociações. 
 
Investimentos
Foi das mais importantes a visita do Secretário de Meio Ambiente de Minas Gerais, Germano Luiz Vieira, à Montes Claros na semana que passou. Na oportunidade ele anunciou investimento na ordem R$500 milhões, obtidos através de compensação com grupo empresarial de Belo Horizonte para aplicar nas áreas de preservação ambiental do Norte de Minas, em negociação que está sendo realizada e será resolvida em poucos dias. Ele se reuniu na sede da Superintendência Regional de Meio Ambiente do Norte de Minas com uma comitiva de ambientalistas, comandados pelo secretário municipal de Meio Ambiente de Montes Claros, Paulo Ribeiro, e o presidente do Instituto Grande Sertão, Eduardo Gomes, quando foram discutir a situação do Parque Estadual de Botumirim, que corria risco de não ser criado.
 
Investimentos II
Ele estará aqui na região a partir do dia 27 de julho, para cumprir agenda de três dias, pois pretende promover o cercamento de Pandeiros, que tem o único pantanal de Minas Gerais, no município de Januária. Assim como pretende conhecer o projeto do Parque da Serra do Cabral. Ele assegurou aos ambientalistas que Minas Gerais adotará medidas mais rigorosas para evitar a expansão da monocultura de eucaliptos no semiárido mineiro, evitando que expanda o risco de desertificação nessa área afetada pela seca. É bom lembrar que ele assinou a “Ata de Adesão à Deliberação Normativa COPAM nº 213/2017”, que trata do licenciamento, controle e fiscalização ambiental por autonomia municipal e regional. Na prática, a assinatura deste documento representa que estes municípios podem escolher os códigos de licenciamento ambiental aos quais manifestem interesse em assumir o licenciamento ambiental e, que o CODANORTE está atuando de forma inovadora, servindo de modelo para a organização em outras regiões do Estado

 

Publicidade
Publicidade
Comentários