Unimontes

Plenarinho / 07/04/2018 - 01h28

Acabo de receber pedidos de ex-alunos da cidade de São Francisco que chamam a atenção para o possível fechamento do campus da Unimontes naquela cidade. Parece que estão ocorrendo desentendimentos entre a prefeitura e a reitoria e com data para fechar as portas, o que é um absurdo. Ora, com mais de mil formandos ao longo dos anos, será que não existe possibilidade de acertar os entendimentos? Como se sabe, a prefeitura entra com a contratação de um veículo para transportar os professores e também com funcionários administrativos. Ninguém está entendendo.
 
Unimontes II
Também os professores do campus–sede mantêm contato para me informar que, nos próximos dias, as aulas serão transferidas para os prédios da Escola Normal e talvez do Polivalente ou Dulce Sarmento. No CCBS, as salas estão interditadas por falta de condições. O pior é que não existe uma comunicação entre professores e reitoria para esclarecimentos. É o caos.
 
Controvérsia
A coisa está feia. O conteúdo da apostila de um curso preparatório para concurso de professores de educação básica causa controvérsia nas redes sociais. Questionando teorias já estudadas sobre questões de evolução e origem da vida, o material coloca Deus no centro do universo e põe em dúvida a “religião” dos cientistas. Um dos trechos da apostila, com conteúdos sobre biologia/ciências, diz que, “em nome da ciência, os adeptos da Teoria da Evolução estão impondo suas respostas e censurando qualquer explicação que não respeite Darwin”. “A verdadeira ciência não contradiz a Bíblia (...) O que existe são cientistas que não aceitam Deus e usam seu conhecimento para negar a existência e o poder criador desse Deus”.
 
Hotel matriz
Na manhã de quinta-feira, a praça da Matriz, um dos cartões-postais de Montes Claros, estava com ares de hotel. Em cima do terreno, o gramado acabou, montaram dois fogões a lenha e o prato do dia era macarrão e feijão engrossado.Ali também duas mulheres estenderam os seus lençóis e dormiam como “anjos”. Segundo um dos “moradores”, MOC é a melhor cidade para se viver, “pois não sofremos qualquer tipo de abordagem”. Uma coisa.
 
Falecimento
Foi enterrada em Montes Claros a advogada Beth Pimenta, irmã do deputado Carlos Pimenta e do ex-vereador Sebastião Pimenta, e filha do saudoso juiz Lourenço Pimenta de Figueiredo e dona Terezinha. Beth era muito querida e cativava, com a sua forte personalidade.

Publicidade
Publicidade
Comentários