Norte Turismo

Norte Turismo / 28/12/2016 - 06h00

PARQUE NACIONAL CAVERNAS DO PERUAÇU
– Destino aquecido com a grande procura pelo Turismo Sustentável

TURISMO DOMÉSTICO
Cada vez mais as pessoas têm arrumado formas de consumir de maneira mais sustentável. Vale para roupas, equipamentos e porque não também para o turismo? Pensando nisso, algumas plataformas de economia compartilhada e colaborativa têm contribuído e até incentivado que muitos brasileiros conheçam cada vez mais o próprio país. Vale para hospedagem, transporte e até mesmo para aluguel de barcos para aqueles passeios para lá de especiais. As plataformas de economia compartilhada e colaborativa no Turismo têm provocado uma série de mudanças no setor e que vem sendo acompanhadas de perto pelo Ministério do Turismo. Entre os personagens desta nova realidade está o site BeLocal Exchange. A proposta é ousada e consiste em trocar de casa com outra pessoa durante as férias, e o melhor, sem pagar nada por isso. A proposta já funciona em outros países e pode reduzir em até 50% o orçamento da viagem. O usuário cadastrado navega no banco de casas e pesquisa de acordo com o nicho de interesse: família, pets, casas acessíveis, gourmet, longos períodos, praia, cidade, campo, montanha, arte e cultura, mergulho, surf, esqui, esporte de aventura e destinos inusitados. No site Alugue temporada, mais de dois milhões de viajantes brasileiros têm a oportunidade de alugar imóveis para as férias, feriados ou finais de semana. Para aqueles mais despojados há, ainda, a opção do Couchsurfing ou “surfe de sofá” no bom português. Trata-se de uma rede social que une turistas que querem hospedagem grátis durante uma viagem e pessoas que gostariam de receber esses visitantes. Criado em 2003, ele pode ser uma maneira muito divertida e econômica de conhecer novos destinos.

TURISMO AQUECIDO
O verão, que inclui o período de festas de fim de ano, férias escolares e o Carnaval, será um grande aliado do mercado de turismo nacional. O brasileiro vai botar o pé na estrada e aquecer as vendas das empresas do ramo, que projetam um crescimento de até 6% na comercialização de pacotes de viagens, na comparação com o ano passado. Segundo a Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav), o Brasil será o principal destino dos brasileiros. Os destinos nacionais representam até 60% das vendas de pacotes para o período.  A entidade prevê que a comercialização de produtos de final de ano movimente cerca de R$ 220 milhões, o equivalente a 40% do movimento anual.

O ARTESANATO AGRADECE!
Em um país com a diversidade cultural do Brasil e repleto de talentos para expressar o que há de mais genuíno no povo brasileiro, o artesanato aparece como um apelo irresistível para quem quer guardar lembranças da viagem ou simplesmente presentear. E o fim de ano pode ser um bom momento de valorização do artesanato regional. No norte de Minas, esses produtos podem ser encontrados em feiras de rua e mercados públicos que se tornaram pontos turísticos e ajudam a gerar renda, revelar talentos e projetar nossos artesãos pelo mundo.

FINALIZANDO
O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência. Aproveite ao máximo esta nova oportunidade que você está recebendo e tenha um ótimo e FELIZ ANO NOVO! Paz, Saúde e Prosperidade em 2017. Até a próxima, com Deus.

Publicidade
Publicidade
Comentários