Rotary Internacional celebra 116 anos

Gente e Ideias / 23/02/2021 - 00h21

O Rotary International, fundado em Chicago pelo americano Paul Harris, completa hoje 116 anos. Com mais de um milhão e duzentos mil associados no mundo, desde s sua fundação o Rotary trouxe uma importante contribuição pelo mundo afora nas áreas da saúde, educação, assistência social, meio ambiente, desenvolvimento econômico e ainda, tem trabalho com afinco pela paz mundial. 

O Rotary foi, por exemplo, protagonista na criação das Organizações das Nações Unidas, em 1945, e continua fazendo parte do conselho desta organização, tendo prestado especial contribuição na criação da UNESCO, com trabalhos meritórios na educação, cultura e artes.

Para falar sobre a data, conversamos com o montes-clarense Alexandre Ramos, presidente da Agência de Desenvolvimento do Norte de Minas (ADENOAR). Com 50 anos de história junto ao Rotary Club Montes Claros Norte, foi Governador Distrito 4760 do RI em 2016/2017.

Ramos conta que o Rotary nasceu em Montes Claros por iniciativa do pecuarista Niquinho Teixeira, que ao visitar os Estados Unidos, em 1926, e participou de reuniões do clube naquele país e se apaixonou. Ao voltar a Montes Claros, Niquinho juntou companheiros e plantou a semente do Rotary na cidade norte mineira, que foi a terceira cidade do Brasil a sediar um Rotary Club. Hoje já são 9 clubes que trabalham para o bem da comunidade em Montes Claros. 

“Os projetos de restauração do Hospital Aroldo Tourinho, o Projeto Materno Infantil Brasil, que em 1992 recebeu a visita do presidente do Rotary International, Paulo Viriato Correa da Costa e o Projeto de Tratamento do AVC, na Santa Casa de Montes Claros, em 2016, contribuíram para a redução dos índices de mortalidade materno-infantil e das mortes por acidente vascular cerebral na região, sendo considerados como dos maiores projetos patrocinados pelo Rotary para o Brasil”, enfatiza.

Outros projetos importantes beneficiaram Montes Claros e cidades da região. No ano passado, por exemplo o Rotary International incluiu Montes Claros entre as cidades beneficiadas, pela energia solar fotovoltaica, instalando telhados com placas solares no Lar das Velhinhas e na Fundação Sara, além de doar equipamentos para usinas de capacitação e treinamento de instaladores de usinas no Instituto Federal do Norte de Minas.

E o trabalho nunca para. Nesta época de pandemia, o Rotary International, que já havia sido um dos responsáveis pela erradicação da paralisia infantil no Brasil e quase todo o mundo, com a aplicação da vacina contra a poliomielite, tem atuado na ajuda a hospitais da região com equipamentos, máscaras instrumentos de segurança para profissionais da saúde.

Quem também falou com o “O Norte” foi Wanderlino Arruda, que tem se dedicado ao Rotary há 66 anos. O início foi em 1954. Sócio fundador do Rotary Montes Claros, foi governador de 94 a 95 do Distrito 4760 do Rotary International. “Mantemos cerca de 8.000 estudantes intercambistas em muitos países. Em Montes Claros vários, temos projetos em funcionamento: Hospital Aroldo Tourinho, Santa Casa, Casa das Velhinhas. Várias lavanderias e creches, muitos serviços no Asilo São Vicente de Paulo”, enumera.

Segundo Wanderlino, o maior projeto do Rotary é o Polio Plus, sobre a erradicação da paralisia infantil. 

“Havia 350.000 casos de pólio por ano no mundo, agora praticamente terminados. O Rotary investiu mais de um bilhão de dólares. Muitos são os projetos no Norte de Minas. Importante o de fabricação de fraldas do Rotary Clube de Espinosa”, conta.

Em Montes Claros são nove Rotary Clube: Montes Claros, Montes Claros-Norte, Montes Claros-Sul, Montes Claros-Leste, Montes Claros- Oeste, Montes Claros-São Luiz, Montes Claros-União, Montes Claros-Liberdade e Montes Claros-Tereza de Calcutá. Cada clube desenvolve seus próprios projetos sociais.

Parabéns, rotarianos por trabalhar em prol da humanidade por mais de um século! Parabéns, Rotary, pelos 116 anos.

Publicidade
Publicidade
Comentários