Dia do Trabalhador no HC

Gente e Ideias / 01/05/2021 - 00h19

Música, oração e muito amor no coração. Foi assim que o Dia do Trabalhador foi comemorado no Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro (HCMR), nas futuras instalações do Pronto-Socorro Padre Henrique Munáiz. Fizeram parte da cerimônia a reitora da Funorte e médica Raquel Muniz, Ana Paula Nascimento (diretora de Assistência do HC), Adriana Paculdino (diretora Administrativa), Luciana Santana (diretora Clínica), Leila Siqueira (diretora Acadêmica), Ariadna Muniz (diretora e coordenadora de oftalmologia do HC e diretora do Hospital de Olhos Hilton Rocha de Belo Horizonte), dentre outros.

O professor e gestor Ruy Muniz, aniversariante deste domingo (2), também foi homenageado. “Sempre nos preocupamos em tratar a todos de forma igual, principalmente os mais vulneráveis. Seja eu, Raquel ou Ariadna, o proceder é o mesmo. Salvar vidas é uma das nossas missões, assim como trabalhar para ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos, como temos realizado os nossos. Aos trabalhadores, os nossos aplausos, vocês são o maior patrimônio de qualquer empreendimento!”, disse Ruy Muniz.

A diretora de Assistência do Hospital, Ana Paula Nascimento, aproveitou a oportunidade para honrar, destacar e homenagear os grandes heróis da pandemia e cumprimentar o gestor Ruy Muniz, que também recebeu os cumprimentos pelo aniversário.

“Para nós, colaboradores da instituição, é um prazer poder comemorar essa data ao lado do empreendedor Ruy Muniz, responsável por gerar milhares de empregos em nossa região. O trabalho dignifica o homem! Toda profissão tem seu valor, todos os colaboradores da instituição, não só do hospital, mas da Funorte, Fasi e demais unidades da rede, são fundamentais e necessários”, disse.

Para Luciana Santana, o evento representa a comemoração da vida e saúde dos trabalhadores do hospital, da rede como um todo, pessoas que têm se dedicado todo o tempo, energia no enfretamento da Covid. “A intenção é ainda fazer com que tenhamos mais força, mais união, unidade e consigamos juntos fazer o combate a essa doença. Faz um ano que o hospital começou a se mobilizar, direcionar para o enfrentamento da Covid e, desde então, as pessoas têm se esforçado, equipes médicas, de enfermagem, fisioterapia, laboratório, portaria, higienização, direção, estudantes, professores, todos com objetivo de medicar os pacientes. É uma luta árdua, difícil e que pede união e celebração também, essa força que nos trouxe até maio de 2021”, disse Luciana Santana.

Um dos momentos especiais do encontro foi quando o professor Josenildo Ferreira dos Santos, dos cursos de Saúde e Direito, interpretou o clássico “Raridade” ao lado de Dayane, estagiária do curso de Enfermagem da Fasi.

Aos trabalhadores, neste 1º de maio, e ao professor Ruy Muniz, toda a sorte de bênçãos!

Publicidade
Publicidade
Comentários