Os desafios do turismo e o desenvolvimento econômico local

Espaço do Empreendedor / 10/08/2021 - 23h36
Pedro Viana
Analista do Sebrae Minas
 
O turismo foi um dos setores da economia mais atingidos pela pandemia e, em 2020, registrou queda de 68% no faturamento em relação ao período anterior à crise sanitária. É o que mostrou a 11ª pesquisa do Sebrae sobre os impactos do coronavírus nos pequenos negócios, realizada em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). 
 
Com o avanço da vacinação, o setor ganhou fôlego para a retomada ainda em 2021. Será preciso, entretanto, reinventar-se para cativar um consumidor ainda desconfiado e, sobretudo, receoso, mas também disposto a desfrutar de momentos de lazer e diversão com a família.
 
Nesse processo de retomada, além dos destinos tradicionalmente visitados, há uma grande expectativa pela procura de roteiros regionais, aqueles mais próximos – e mais em conta –, cujas belezas naturais, muitas vezes, são ignoradas. Essa opção abre oportunidades que poderão contribuir diretamente na retomada econômica das cidades.
 
O turismo é sem dúvida uma alternativa para cidades que buscam meios para gerar empregos, distribuir renda e melhorar a qualidade de vida das pessoas. A atividade chega a movimentar 15 diferentes tipos de negócios, responsáveis pela geração de pelo menos 10% dos empregos diretos.
 
Outro estudo do Sebrae apontou que 70% dos brasileiros passaram a valorizar mais o hábito de viajar após o isolamento social e 50% afirmaram que pretendem viajar com mais frequência após o fim do isolamento.
 
Para que os empreendedores do setor estejam preparados a atender essa demanda reprimida é preciso atenção a algumas oportunidades:
 
O Ministério do Turismo lançou o selo Turismo Responsável, um programa que estabelece boas práticas de higienização para as diferentes atividades incluídas no Cadastro Nacional de Turismo – Cadastur.
 
Use tecnologias sem contato – low touch, cada vez mais exigidas pelos clientes. Elas permitem, por exemplo, pagamento sem a inserção de senhas ou códigos, usando apenas a aproximação do cartão ou smartphone.
 
É fundamental que todos, incluindo sociedade civil, poder público, iniciativa privada e terceiro setor enxerguem no potencial turístico uma oportunidade para colocar seus municípios em evidência.
 
O Sebrae, como instituição de apoio aos pequenos negócios, por meio do Programa Cidade Empreendedora, incentiva o desenvolvimento econômico local e, em articulação com o poder público, promove ações voltadas à melhoria do ambiente de negócios para favorecer, entre outros segmentos, o turismo, que é fonte geradora de emprego e renda.
 
Publicidade
Publicidade
Comentários