O Natal existe

Pilar Literário / 24/12/2021 - 00h11

Ela aguardava o Natal

De ano em ano, todo ano.

Era uma menina estudiosa,

Com dez anos de idade.

Ela queria uma boneca

Grande de plástico

Pois só embalava bonecas de pano.

Na véspera do Natal

Ia à Missa do Galo

À meia-noite.

E quando voltava ia à chaminé.

Voltava ao quarto, olhava os sapatos

Nada!!!!!????

-Outra vez ele não veio?

Por que será que ele não vem?

Para mim, para meus irmãos?

Será por que somos muitos

E cada ano aumenta um?

E ela se consumia em pensamentos tantos...

Imagine quantos!

Um dia, véspera de Natal saíram às ruas.

Viram árvores enfeitadas, guirlandas multicores

E viram Papai Noel afagando as cabeças de crianças.

De repente...

Um coro invadiu a praça

Eram meninos e meninas que cantavam:

“Noite feliz, noite feliz!

Oh, Senhor Deus de amor

Pobrezinho nasceu em Belém

Eis na lapa Jesus nosso bem

Dorme em paz oh, Jesus

Dorme em paz oh, Jesus...”

A menina estava emocionada

Um encantamento lhe invadiu a alma!

E o coro continuou cantando

E ela ali se encantando.

Quando a música parou, alguém anunciou:

-Venham todas as crianças, que quiserem cantar

Nesse coro dedicando suas vozes a Deus.

E a menina foi, somente ela.

Subiu ao palco e cantou com o coro:

“O Natal existe e ninguém é triste

E no mundo existe amor...

Bom Natal, um feliz Natal

Muito amor e paz pra você...”

Foi o melhor Natal de sua vida

Foi o seu encontro com a luz divina

Que a todos ilumina, com a qual

Todo dia é Natal!

Porque todo dia ela brilha

Iluminando a escuridão

Trazendo paz, amor e entronizando

Jesus no coração.

Doando vida e um presente universal

A graça redentora de Jesus

Tão solene e magistral

Transformando todo dia em dia de Natal!

 

 

Publicidade
Publicidade
Comentários