Souto X Covid-19

Conversa Inteligente / 06/07/2021 - 08h31

O governo Humberto Souto precisa explicar para a população o que fez com os milhões que vieram do governo federal para gastar na prevenção da Covid-19. Necessita ainda esclarecer o roubo das vacinas, o descarte das doses, suspeitas de aplicação de vacinas vencidas, falta de uma ampla campanha municipal de imunização. Caso contrário, terá a marca de um governo que não soube cuidar como deveria da população durante a pandemia. 
 
População abandonada
Sem um plano eficiente para cuidar do montes-clarense em plena pandemia, o governo Humberto Souto simplesmente insiste com os decretos sanfona (abre e fecha). Não existe um amplo programa social, falta kit higiene, distribuição periódica de máscara, álcool em gel, auxílio pecuniário. O povo está tendo que se virar nos trinta. 
 
Omissão
A Câmara Municipal de Montes Claros assiste de olhos vendados alguns pontos questionáveis da vacinação em Montes Claros.
 
Mortes
Parece que nem os quase 900 mortos são capazes de sensibilizar as autoridades competentes a exigir maior transparência do governo municipal sobre os fatos questionados durante o processo de vacinação em Montes Claros. 
 
Sem fim 
Nem bem inaugurou o asfalto, o governo Humberto Souto se vangloria de ter iniciado a operação tapa-braço. Ou seja, criou-se um ciclo vicioso na cidade. Asfalto, tapa-buraco, asfalto, tapa-buraco. E a torneira jorrando milhões em obras inacabadas.
 
Velha estratégia 
Usando sempre da mesma estratégia, o prefeito Humberto Souto aposta no ritmo tartaruga para reinaugurar obras próximo da eleição 2022. Seguindo a mesma cartilha do mandato anterior, a ideia é apostar na memória curta do eleitor. 
 
Frio e calculista 
O governo Humberto Souto se notabilizou como um governo frio e calculista. Obras têm mais atenção do poder público do que o ser humano. Sobram números, faltam carinho e sensibilidade.

 

Publicidade
Publicidade
Comentários