Novo mandato

Conversa Inteligente / 12/10/2021 - 00h29

Com 60 anos de vida pública, tem gente achando que o prefeito de Montes Claros, Humberto Souto (Cidadania), deseja mais um mandato. Agora, de deputado federal, para encerrar seu ciclo político. 

Intenção 
A estratégia seria deixar o governo municipal nas mãos do vice, Guilherme Guimarães, para tentar encerrar a vida pública como deputado na Câmara Federal. 
 
Novo cenário 
Caso o fato ocorra, o cenário político de Montes Claros toma novos rumos, afetando a composição política no município. 
 
Preocupação 
A hipótese está deixando o deputado federal Marcelo Freitas preocupado (ele espera contar com o apoio do prefeito montes-clarense). 
 
Metamorfose 
Com a fusão do PSL/DEM, agora União Brasil, a legenda vai sofrer uma metamorfose em Minas. O nome que vai comandar a nova legenda em Minas é o senador Rodrigo Pacheco, que terá carta branca para realinhar todas comissões no Estado. 
 
Educação 
Enquanto milhões sobram para obras inacabadas em Montes Claros, outros milhões ficam no caixa. O exemplo são os recursos da educação que precisam ter destino para cumprir o percentual obrigatório de 25% e, até agora, nenhum programa inovador foi anunciado pelo governo Humberto Souto. 
 
Moro
O novo partido União Brasil resolveu ir atrás do ex-juiz Sérgio Moro para lançá-lo candidato à presidência do país em 2022. O convite deve ocorrer em novembro. 
 
Coringa 
O nome do deputado federal Marcelo Aro, do Progressistas, além de ser citado para vice-governador na chapa da pré-reeleição do governador Romeu Zema (Novo), também ventila como opção para o Senado. Tudo vai depender da costura política. 
 
Insuficiente
Segundo a Cemig, as chuvas ainda não foram suficientes para elevar o volume dos maiores reservatórios de água no Estado.

Publicidade
Publicidade
Comentários