Isolado! Distante do povo

Conversa Inteligente / 17/06/2021 - 00h03

Nem Palácio da Cula, muito menos Cidade Administrativa. O prefeito Humberto Souto transformou a própria casa em residência extraoficial do governo municipal. Isolado, sob cuidados médicos, protegido pela Guarda Municipal, distante da população, recebendo pouquíssimas pessoas. Interlocutores dizem que apesar de ter tomado a vacina contra a Covid-19, o prefeito de Montes Claros ainda se sente inseguro sobre a doença.

Isolado 
Completamente isolado socialmente, o prefeito Humberto Souto não ouve ninguém. Em casa, tenta administrar virtualmente a maior cidade do Norte de Minas. Impaciente com a situação de isolamento, tenta gerir o município ainda de maneira individualista, personalista, causando desconforto e irritação em setores da parte técnica e política do governo.
 
Falta equipe 
Nos bastidores é cada vez mais evidente o desconforto dos aliados que demonstram insatisfação diante do segundo mandato de Humberto Souto. Acham que falta gestão de equipe administrativa. 
 
Sujeira 
Basta uma volta pelos bairros de Montes Claros para perceber o abandono de praças e logradouros públicos. Áreas tomadas pelo lixo, entulho, animais mortos e o mau cheiro. Um cenário de mal-estar, sujeira, que causa protesto e indignação na população. 
 
Eleição antecipada 
Poucas vezes uma eleição foi tão antecipada como a de 2022 em Minas. Caso não ocorra nada de extraordinário, até lá a disputa será entre Zema e Kalil. Não há tempo nem espaço para construir terceira via. Faltam 16 meses para o primeiro turno da eleição. 
 
Vacinação 
A cidade de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, será o primeiro município do país a vacinar estudantes de 12 a 14 anos, de todas as redes de ensino. 

Publicidade
Publicidade
Comentários