Boteco

Conversa Inteligente / 07/10/2021 - 00h01

Ao anunciar o pagamento de um auxílio emergencial estadual de R$ 600 para famílias de extrema pobreza de Minas Gerais, o governador Romeu Zema (Novo) afirmou saber que parte do dinheiro, ou que a totalidade, vai parar no boteco. 

Infeliz 
A frase dita pelo governador teve uma forte repercussão negativa entre a classe política, que cobra de Zema uma retratação. As palavras infelizes desagradaram até os marqueteiros que trabalham a imagem de um governador simples e preocupado com os mais carentes. 
 
Pagamento 
Os recursos do programa emergencial começarão a ser pagos a partir no dia 14, segundo dados do governo estadual. 
 
Assessoria
A assessoria de Zema informou que o governador não faria comentários sobre sua fala em relação ao destino dos recursos por parte das famílias. 
 
Direito 
Para ter direito, cada grupo tem que ter renda per capita de até R$ 89 por mês. 
 
Filiação 
Sem partido há 22 meses, Bolsonaro precisa se filiar até abril do ano que vem, seis meses antes da eleição, caso pretenda disputar a reeleição. 
 
Pressão 
Nos bastidores cresce a pressão entre os deputados que apoiaram a reeleição do prefeito de Montes Claros, Humberto Souto (Cidadania), por espaço no governo. 
 
Suplentes 
Os suplentes de vereadores situacionistas em Montes Claros estão irritados. Alegam que depois da eleição foram excluídos do poder municipal. Estão aguardando a oportunidade para dar o troco na eleição do próximo ano.

Publicidade
Publicidade
Comentários