Asfalto que engole milhões

Conversa Inteligente / 22/06/2021 - 00h40

Moradores de bairros populares não se cansam de reclamar nas redes sociais da qualidade do asfalto (peça de campanha permanente do governo municipal). Nem bem foram inaugurados no mandato passado do governo Humberto Souto e a massa asfáltica já cedeu em inúmeros lugares. Resultado! Milhões e mais milhões de reais estão indo para o ralo. 

Megalicitações 
O que chama atenção são as megalicitações que foram feitas para fazer o asfaltamento da cidade de Montes Claros, sem nenhum tipo de questionamento na Câmara Municipal. A Casa Legislativa não discute valores, aditivos, qualidade do material, custo por metro quadrado, nada! Para completar, o asfalto nem bem foi entregue à população e o governo se vangloria em propagar a operação tapa-buraco.
 
Debandada no PSL
A provável ida de deputados do PSL para o mesmo partido ao qual o presidente Jair Bolsonaro se filiar deverá fazer com que a sigla perca os detentores de ao menos 4,5 milhões de votos. Esse percentual equivale a 63% dos votos que tiveram os deputados eleitos pela legenda em 2018... Devem deixar o partido em Minas, os deputados federais Junio Amaral, Alê Silva e Marcelo Álvaro.
 
Discurso do verbo
Próximo da eleição, alguns deputados tentam usar o verbo como se fossem donos de obras na região. Todos sabem que determinadas ações dos parlamentares dependem de outros fatores, como vontade política do governador e de recursos para serem executadas. 
 
Bancada forte 
Por isso, é fundamental que a região tenha além do verbo, uma bancada forte na Câmara Federal e na Assembleia de Minas. Que seja pragmática, para que os grandes projetos a longo e médio prazos saiam do papel. 
 
Egoísmo 
A política individual, egoísta, egocêntrica na região tem causado atrasos de inúmeras obras que só parecem andar em época de eleição. 

Publicidade
Publicidade
Comentários