Mico em Portugal

Coluna Esplanada / 09/10/2021 - 00h02

Os presidentes da Câmara e do Senado Federal, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), respectivamente, estão em Roma em agenda oficial. Mas já de olho numa outra agenda, em Portugal, para novembro. A senadora Kátia Abreu (PP-TO) – que está no grupo na Itália, mas muito preocupada, organiza seminário da Comissão de Relações Exteriores do Senado em Lisboa, para dia 12 de novembro. Todavia, está sem patrocínio, e busca apoio de entidades do sistema S. Apenas de passagens aéreas estão previstos gastos de R$ 400 mil para convidados e servidores. E ela pagou mico. Consultada, a reitoria da Universidade de Lisboa não aceitou abrigar o evento sobre comércio e meio ambiente que a parlamentar organiza.

Você pagou
Rodrigo Pacheco levou os senadores Jaques Wagner (PT-BA), Irajá (PSD-TO), Kátia Abreu (PP-TO) – mãe de Irajá – e Eliane Nogueira (PP-PI) para passeio em Roma. 
 
Agenda
A “agenda oficial” do grupo foi até quinta-feira na 7ª Cúpula de Presidentes de Parlamentos, em Roma. Mas o passeio permite que alguns estiquem o fim de semana.
 
Desceu amargo
O jantar que Eunício Oliveira fez para Lula da Silva na quarta em Brasília foi um fiasco. José Sarney, Jader Barbalho e Renan Calheiros, convidados, fugiram do encontro.
 
Arte voltando
Concurso Internacional de Piano Chopin em Varsóvia, que foi adiado em 2020, aconteceu na quarta à noite com o renomado brasileiro Arthur Moreira Lima no júri. 
 
Trânsito livre
Investigados pela CPI da Pandemia do Senado, diretores da cúpula da Precisa Medicamentos circulavam com frequência e tinham trânsito livre no Palácio do Planalto. O CEO da empresa, Francisco Maximiano, e a diretora técnica, Emanuela Medrades, participaram, inclusive, da cerimônia de lançamento do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19, em dezembro de 2020.
 
Tão perto
Os nomes dos dois constam em uma lista do Ministério da Saúde, à qual a Coluna teve acesso, de 362 pessoas que participaram do evento na Presidência da República. Conforme apurações da CPI, a Precisa estaria envolvida em irregularidades ao intermediar junto ao Ministério da Saúde a compra da vacina indiana Covaxin.
Estremeceu 
Antes dada como certa, a filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao PP subiu no telhado. O mandatário consulta a ala ideológica do governo antes de tomar decisão. Bolsonaro ouviu e sabe, pois já foi filiado ao PP, que a legenda não tem unidade nem fidelidade, principalmente nos estados. 
 
Riscos
Fato é que o PP pode rachar e fechar com Lula da Silva em alguns estados do Norte e Nordeste, e humilhar Bolsonaro com traições dentro do próprio partido. 
 
É comigo? 
Dias atrás, depois da revelação da sua offshore, o ministro da Economia, Paulo Guedes, passou por constrangimento durante abertura da Semana Orçamentária do Tribunal de Contas da União. Os participantes do evento on-line não economizaram críticas à política econômica. E ele assistindo, calado.
 
Contraceptivos 
Pesquisa IPSOS/Organon revela o perfil e as preferências das brasileiras em relação a métodos contraceptivos. Na classe C, a pílula oral é mais usada (61%) que nas classes A e B (54%). Em relação ao preservativo, o uso é mais comum nos segmentos sociais mais altos: 62% na A e 52% na B, enquanto apenas 34% das entrevistadas da classe C declararam usar esse método.
 
Esplanadeira 
# Em campanha contra a fome, Yázigi reverte matrículas em alimentos. 
# Semana de Inovação 2021, on-line de 9 a 12 de novembro, alcança número recorde de inscritos. 
# Melissa se une à Zee.Dog e lança coleção para cachorros e pessoas. 
# Instituto Ronald, em parceria com Iveco Usual Racing e piloto Djalma Pivetta, amplia alerta 
sobre câncer infantojuvenil.
 

Publicidade
Publicidade
Comentários