Mais federais

Coluna Esplanada / 14/08/2020 - 00h01

A Federação Nacional de Policiais Federais vai reclamar mais atenção para agentes no iminente concurso para a PF, que está no prelo no Ministério da Justiça. O presidente da Fenapef, Luís Boudens, diz à Coluna que a entidade vai protocolar pedido para um “processo de correção da proporção interna dos cargos”. Segundo Boudens, “há uma quantidade muito grande de delegados em detrimento da quantidade de agentes, peritos, escrivães e principalmente servidores administrativos”. Já Edivandir Paiva, presidente da Associação Nacional dos Delegados Federais, lembra que o número de vagas para delegados está dentro da necessidade da PF, “de acordo com a proporção em relação às outras carreiras policiais”.

No gabinete
“Considerando que uma equipe costuma ter um delegado, um escrivão e pelos menos dois agentes, não há qualquer tipo de desproporcionalidade”, argumenta Paiva.
 
Fiscalização
Boudens ressalta o déficit na corporação e aponta que “as fronteiras, portos e aeroportos demandam mais agentes para fiscalização”.
 
Preso!
A Polícia de Pernambuco prendeu o assassino do blogueiro Áquila Silva e de seu filho menor. Apuramos que foi motivado por banalidade.
 
A conferir
O que consta na versão da família do atirador é que o filho do blogueiro, de 15 anos, teria se desentendido com o filho do assassino, que foi à forra à bala contra os dois. 
 
Malhete britânico
A Justiça de Manchester vai decidir dentro de três semanas se a ação de indenização de £5 bilhões (cerca de R$ 27 bilhões) contra a mineradora inglesa BHP será julgada na Grã Bretanha. Sócia da Samarco, a BHP é acusada no crime do rompimento da barragem de Mariana em 2015. As audiências sobre o caso se encerraram em 31 de julho. Com participação dos prefeitos de Mariana (MG) e de Rio Doce (ES).
 
E agora, Dr.?
O processo foi protocolado pela banca estrangeira PGMBM em Manchester. A decisão é se continuará na Corte britânica ou será julgado no Brasil. O escritório representa na ação mais de 200 mil vítimas do crime ambiental, desde moradores até empresas, igrejas e prefeituras. A BHP é acusada como “responsabilidade final” no acidente.
 
Em tempo
Se o caso for julgado na Inglaterra, será o primeiro processo legal relacionado a uma grande catástrofe ambiental brasileira a ser analisado em tribunal estrangeiro.
 
Aglomeração
Treze índias da etnia Kamayurá, do Xingu, que moram na mesma casa no Paranoá, em Brasília, foram contaminadas pela Covid-19. Duas estão internadas e o estado é grave.
 
Cadê o mapa!?
A deputada Bia Kicis, de Brasília, não conhece o próprio reduto eleitoral. No Twitter, em solidariedade à primeira-dama Michelle Bolsonaro, postou que a avó dela morreu em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Santa Maria é cidade satélite do DF. 
 
Tristeza dupla
A ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, está muito abatida. Na terça-feira, morreram dois servidores da pasta. Um senhor de 62 anos, de infarto, e uma jovem de 40 anos, vítima de Covid-19.
 
São minhas!
O ex-presidente, ex-governador, ex-deputado e (ufa) ex-senador José Sarney soube de um leilão virtual no qual venderam 32 fotos de 1967, de uma inauguração no Maranhão, no governo dele. Mandou secretário arrematar todas. Vão para o Memorial.

 

Publicidade
Publicidade
Comentários