Governo milionário

Coluna Esplanada / 16/09/2020 - 00h01

Enquanto agoniza no Congresso Nacional, novamente– após anos de tentativa –, a legalização de bingos e cassinos no Brasil, a Caixa segue monopolizando o mercado, sem concorrentes na praça, e lança mais um jogo de loteria. Vem aí a “Milionária”. Uma modalidade mais difícil, mas com prêmios de dezenas ou centenas de milhões todo mês, a exemplo dos concursos especiais. O lançamento será no primeiro semestre de 2021.

Proa
Engana-se que o processo está apenas na tramitação no Congresso Nacional. O ministro de Minas e Energia, Almirante Bento Albuquerque, tem tido peso, voz e caneta na nova Lei do Gás. O setor de energia é questão de soberania para o Palácio do Planalto.
 
Vá entender
Uma pequeníssima amostra de que aquela verticalização de coligações proposta pelo TSE anos atrás nunca daria certo. Em Palmeira dos Índios (AL), o candidato do PSB – rival do governo federal – é o bolsonarista Júlio Cezar. Não bastasse, ele tem o apoio do PT, inimaginável num cenário em Brasília.
 
Começaram os jogos
Em Campo Grande (MS), o vereador Vinicius Siqueira, que trabalhou meses para sua pré-candidatura com apoio do deputado Loester Trutis, ficou no sonho. O deputado oficializou sua própria candidatura no sábado, surpreendendo o aliado edil. 
 
Tropa do paletó
Um grupo de advogados cobra o afastamento do presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz. A revelação da CNN Brasil de que ele teria ganhado R$ 120 mil em caixa 2 de Orlando Diniz, delator ex-presidente da Fecomércio, jogou uma água fria no seu discurso contra a operação da PF que cercou advogados suspeitos de tráfico de influência. 
 
Script judicial
Santa Cruz rechaça “com veemência as ilações mentirosas dessa delação fantasiosa”, diz em nota. Aponta vendeta e retaliação de Diniz pelo fato de a OAB cobrar no TCU o reembolso de R$ 58 milhões aos cofres do Sesc e Senac.
 
Aliás...
...O semblante pálido de Santa Cruz ao discursar na posse do ministro Luiz Fux, no STF, no dia seguinte às revelações, mostra a tensão do cenário.
 
Mourão-Levy
O PTB vai ter um vice do PRTB, partido do vice-presidente Gal. Mourão, em Florianópolis; em contrapartida, o PRTB encabeçará chapa com PTB na vice em Natal (RN). As articulações do partido comandado por Levy Fidélix Brasil adentro podem fazer a legenda nanica crescer consideravelmente em tamanho para 2021.
 
Na foto
O Gal. Mourão gravou vídeos de apoio, e tirou fotos com dezenas de candidatos do PRTB semana passada em Brasília.
 
Saladão
Os partidos pegam fogo no Recife. O PSOL indicou seu presidente para a vice de Marília Arraes (PT) e já rachou. O PT também tem muitos conflitos na base que queria coligação com o PSB. Já Isabela de Roldão foi empurrada pelo PDT nacional para vice de João Campos (PSB). O tucano Daniel Coelho desistiu da disputa.
 
Vice de ouro
Os candidatos e prefeitos à reeleição das cidades de Jaboatão, André Ferreira (PL); de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), e de Petrolina, Miguel Coelho (MDB) ainda não escolheram os seus vices da chapa e o prazo se encerra hoje. Se eleitos, vão mirar o governo de Pernambuco em 2022, e os vices assumirão a vaga.

 

Publicidade
Publicidade
Comentários