Culpa do governo

Coluna Esplanada / 06/03/2018 - 01h19

O produto mais contrabandeado do Brasil é o cigarro – para 77% dos entrevistados – e 79% dizem que o governo federal é conivente e tem culpa na praça. É o que indicam os resultados de uma ampla e detalhada pesquisa do Datafolha para o Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial, ao qual a coluna teve acesso. Os dados mostram que o cidadão está antenado. O maior conhecimento deste cenário (81% dos ouvidos) vem do perfil economicamente ativo (35 a 44 anos); e 80% (média) cientes do problema são do Sul, Norte e Centro-Oeste, não por acaso dos Estados fronteiriços. A pesquisa foi realizada entre 5 e 8 de fevereiro, com 2.081 pessoas em 129 cidades.

Lista 
Os entrevistados também indicaram produtos eletrônicos (33%), medicamentos (16%), brinquedos (16%) e roupas (13%) como os mais contrabandeados após o cigarro.
 
Mãos atadas
Segundo a pesquisa, 43% cobram mais ações do governo federal na fronteira, e 20% pedem adoção de penas mais duras para quem comete contrabando e sonegação. 
 
Gargalo oficial
Na opinião sobre as áreas prejudicadas com o contrabando de cigarro, os entrevistados apontaram saúde (92%), empregos (69%), segurança (66%) e arrecadação (62%).
 
Conexão Milão
O governo quer fazer bonito na Itália. Design Brasileiro, do Modernismo até Hoje é o principal conceito do espaço na Semana do Design de Milão, de 17 e 22 de abril. Em parceria com o Consulado do Brasil em Milão, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) levará 65 designers e empresas.
 
As famosas
No salão central do Spazio brasileiro em Milão haverá a exposição “Do Contemporâneo a Hoje”, como “O Sentar do Brasileiro”, que apresentará cadeiras e poltronas feitas por designers desde Sérgio Rodrigues, com sua poltrona mole, até novos expoentes como Jader Almeida, entre outros.

A origem
Não é mero resgate de talentos de décadas. Fato é que os italianos – em especial – e muitos designers de todo o mundo reconhecem o Movimento Modernista do Brasil de 1922 para a produção real (Design Contemporâneo e Experimental).
 
Paraíso em chamas 
Já foram mais sossegados os dias em Alto Paraíso (GO), cidadela na entrada da Chapada dos Veadeiros. Na madrugada da sexta, bando explodiu caixas do Itaú, a única agência bancária. Levaram só estilhaços. Ano passado, o BB fora alvo e fechou.
  
Libera geral
A CCJ do Senado pautou para amanhã o PLS 186/2014 que legaliza todos os jogos. Se passar, já pode ir a plenário. O senador Randolfe conseguiu aprovar requerimento para que ele passasse por mais comissões.
 
Jogo da roleta
Há disputa entre lobistas. Parte dos parlamentares quer a liberação total; mas na Câmara, deputados encantados com o lobby de empresários americanos articulam para aprovar apenas a volta dos cassinos. Pelo regimento, se o PLS do Senado passar no plenário, ganha prioridade sobre a proposta que tramita na Câmara.
 
Raio-X do Cárcere
Um dos empecilhos para a implantação de políticas e ações de segurança é a falta de dados precisos e atualizados sobre a população carcerária do país. O Conselho Nacional de Justiça até criou sistema online de cadastro de presos nos estados, mas lento.

Publicidade
Publicidade
Comentários