Correção de rumo

Coluna Esplanada / 05/08/2020 - 00h24

Em meio à polêmica com os funcionários sobre a privatização da estatal, a Eletrobras aprovou na sexta-feira o Plano Estratégico 2020-2035 – uma correção de rumos após o fiasco da Medida Provisória 579, do Governo de Dilma Rousseff, que originou a Lei 12.783/13 pela renovação antecipada das concessões das hidrelétricas. A MP, visando baratear as contas de luz do cidadão, teve efeito reverso em 2015, quando a tarifa subiu, e muito. Resultado é que a Lei gerou um aumento de despesas de R$ 199 bilhões à Eletrobras. Em anúncio de Fato Relevante no sábado, a direção da estatal avisou que “os impactos trazidos pela MP 579 comprometeram a saúde financeira da empresa nos anos seguintes, tendo sido necessário adotar uma série de medidas de ajustes”.

VERTEDOURO..
Ainda de acordo com o texto, as medidas foram “fundamentadas nos três pilares estratégicos que permitiram a recuperação do equilíbrio da empresa: (i) Excelência Operacional; (ii) Disciplina Financeira e (iii) Governança e Compliance”... fechado? Em suma, a MP 579, tida por muitos como eleitoreira, arrasou o caixa das empresas da Eletrobras que já contavam com repasses programados de valores acordados. Com barateamento da energia (por dois anos, apenas), a estatal ficou com o rombo bilionário.

CHOQUE NO BOLSO
O povo paga a conta desse rombo até hoje. Foi dedo na tomada, do Governo Dilma, e choque na mão do consumidor final.

SAÚDE
Segue forte a disputa política pelo Ministério da Saúde, a mina da Esplanada de todos os Governos. Enquanto o MDB tateia os corredores do Palácio, capitaneado pelo deputado federal Osmar Terra (RS), o Progressistas não perde chances. O deputado federal Luizinho (RJ) – que surge entre portas também como cotado – faz afagos na candidatura de Eduardo Paes (DEM) à Prefeitura do Rio.

JOGO DUPLO
Mas o Progressistas faz jogo duplo. Pupilo de Luizinho, o vereador carioca Felipe Michel emite sinais de aliado para o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), que tentará a reeleição este ano. Crivella, aliás, o atendeu com a indicação para secretaria de- Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida.

TOGA UNIDA
Um Abaixo Assinado com mais de 500 magistrados rodou ontem nas redes em solidariedade ao juiz do TJ de Pernambuco Pierre Souto Maior Coutinho de Amorim, alvo de investigação no CNJ. Segundo relata, um erro de digitação na sentença da liberação de um traficante fez com que fossem devolvidos a ele os objetos pessoais e a droga que vendia.

SOBRE ÁGUA$
Enquanto o Brasil afunda no turismo e os cruzeiros somem, a Acqua Expeditions, dona de belos navioshotéis, retoma este mês suas rotas nos rios Mekong (Camboja e Vietnã) e Amazonas (no Peru); Há também quatro cruzeiros em rios da Indonésia. O preço é de água salgada, por baixo US$ 7,5 mil por passageiro. De olho no turista brasileiro que procura um tour de luxo, o site tem versão em português.

BINGOS E CASSINOS
A Associação dos Empregados em Hotéis e Similares do Rio vai entrar na luta pela abertura de cassinos e bingos – em todo o Brasil. A dica é do presidente da instituição, Calixto Souza, que destaca a geração de milhares de empregos no setor e aposta em crescimento de 50% no turismo nacional. A entidade vai reforçar o lobby no Congresso.

TODOS SEGUROS
A Petrobras já realizou mais de 120 mil testes de detecção do coronavírus em seus colaboradores e prestadores de serviços em todo o País? Seria pior A dívida total da petroleira encerrou julho em US$ 91,2 bilhões – ou seja, US$ 4 bilhões acima de 31 de dezembro de 2019. O impacto é pequeno, perto do que se podia esperar com a derrocada do preço do barril diante da pandemia.

PONTO FINAL
O Brasil ligou o ‘f-se’ para a pandemia. Prefeitos e governadores de todas as capitais e interior estão reabrindo comércio e serviços, por pressão do patronato. Povo na praia e nos bares – muitos sem máscara. É aquela história: ou se morre de fome, ou se arrisca no contágio para pagar as contas. Agora, só a vacina salva.

Publicidade
Publicidade
Comentários