A Little Holanda

Coluna Esplanada / 09/11/2021 - 00h01

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), está intrigado com um dossiê que recebeu: provas cabais de significativo aumento de compras de terras na Amazônia por empresas estrangeiras e, em especial, por ONGs da Europa. Ele atendeu ao pedido do senador Plínio Valério (PSDB-AM) e dará aval para a instalação da CPI das ONGs da Amazônia, que conta com assinaturas suficientes para a abertura. Plínio tem dados chocantes. Comprovou, por exemplo, que uma ONG holandesa comprou na cidade de Coari, no coração do Amazonas, cerca de 4 mil km quadrados de terras (um décimo da superfície de seu país). Curioso é que Coari tem grandes reservas de gás e petróleo. E, não por acaso, uma das maiores petroleiras do mundo é controlada por holandeses. Não há ligação (ainda) dessa entidade com a multinacional.

Devassa necessária
Mas a PF, se provocada na eventual CPI, pode descobrir o tamanho da Europa que já cabe no Brasil. O lobby contra é forte nos gabinetes, de políticos ligados a ONGs.
 
Ecossistema
Quem defende as ONGs acusa políticos e ruralistas de planejarem comprar as áreas e derrubar a floresta para pasto. Para eles, as ONGs protegem o ecossistema.
 
Burocracia on-line
Veja como a burocracia é forte na... Itália também. Um morador de BH, num processo de cidadania, tentou se cadastrar num portal italiano no sábado. Mas o site só funciona de 8h às 20h de... segunda a sexta.
 
Agenda eleitoral
De olho nas eleições, dois ministros do governo, pré-candidatos ao Senado, usam a agenda oficial para fazer campanha. De Brasília, concedem entrevistas a rádios e TVs de seus redutos, e priorizam reuniões nos gabinetes com políticos conterrâneos.
 
Agenda eleitoral 2
Levantamento nas agendas de Fábio Faria (Comunicações) e Marcelo Queiroga (Saúde) mostra que, em outubro, os principais compromissos foram direcionados para atender demandas do Rio Grande do Norte e Paraíba, respectivamente. Entre muitos compromissos eleitorais, Queiroga se reuniu com o presidente do PSC, Marcondes Gadelha. Faria promoveu reunião com prefeitos potiguares.
 
Até no cinema
Aconteceu sábado numa sala do Espaço Itaú de Cinema em Brasília, na sessão das 15h do filme nacional Marighella. Ao final, um espectador gritou “Bolsonaro nunca mais!”. E outro, no rebate: “Terrorismo nunca mais!”. Tudo no escurinho. E saíram todos bem.
 
Caxias é pra fortes
Durante solenidade em Duque de Caxias, na baixada fluminense, o prefeito Washington Reis disse: “Me criticam se quero armar a guarda municipal. Mas o traficante tem arma! O miliciano tem arma! Até o corno saca arma pra matar o Ricardão! Aqui em Caxias a guarda vai ter arma!”
 
Caixa de Lacerda
O PT de Minas se movimenta para ter candidato ao governo, mas com socialista na disputa. Lula deve procurar o ex-prefeito de BH Marcio Lacerda para convencê-lo a voltar ao PSB – alinhado com os petistas no Estado. O desafio é que Lacerda, um empresário milionário que pode ajudar a campanha, é muito amigo de Ciro Gomes.
 
Ilha de Ciro
Chefe da Casa Civil do Planalto, Ciro Nogueira tem aterrissado com a esposa em seu helicóptero modelo esquilo, nos fins de semana, numa ilha de 660 hectares que possui no litoral do Maranhão, na divisa com a praia de Luís Correia, no Piauí. 
TST & teletrabalho
Um resultado do efeito da pandemia na praça, de que o teletrabalho veio para ficar: o TST manteve sessões virtuais e atividade digital em 97,9% dos processos em tramitação, comemora Maria Cristina Peduzzi.
 
Esplanadeira
# Coalizão Direitos Valem Mais apresentou na sexta a parlamentares Nota Técnica com propostas que visam fortalecer Lei Orçamentária Anual 2022.
# Farmacêutica GSK, em parceria com Bio-Manguinhos, lançará podcast sobre imunização no Brasil: Conexão Vacinas.
 

Publicidade
Publicidade
Comentários