Seja biker

Aventureiros do Sertão / 06/11/2020 - 00h02

A Seja Biker amplificou sua atuação no mercado e vai além do esporte em sua nova linha street, uma coleção casual. Com peças contemporâneas e olhar que vai além do universo do ciclismo, a nova modalidade visa ampliar horizontes, buscando destacar a atuação no visual urbano com peças que refletem muito o tema referencial estético da marca. A coleção contempla novas camisetas casuais com designs que fazem parte do DNA da Seja Biker, misturando liberdade esportiva com o que há de mais moderno em traços urbanos e em tecnologia e sustentabilidade, o que faz da coleção uma forma de expressão a ser exposta em várias situações do cotidiano. O novo produto visa dialogar também com novos públicos, buscando uma aproximação por meio de uma nova abordagem de estilo e vestuário. A coleção oferecerá diversos modelos com malhas “Menegotti” (Algodão Sustentável). Uma malha inspirada nas cores da marca e estampas temáticas da região, ornando o logo junto à estética das peças. A linha Seja Biker foca no melhor conforto esportivo e moderno na medida ideal e principalmente baseada na sustentabilidade e garantia de qualidade. Seja um representante da marca! Siga o instagram @sejabiker

Aumentos de roubos de bicicletas em 2020
Embora os varejistas tenham visto enorme aumento nas vendas de bicicletas, os ladrões estão se aproveitando da popularidade do ciclismo em tempos de pandemia. Segundo os dados informados pela Policia Militar de Montes Claros observamos um aumento de quase 35% nos roubos de bicicletas desde o início da pandemia. As Seguradoras registraram um aumento de 50% no roubo de bicicletas nos últimos seis meses no país, levando a empresa a alertar os ciclistas para que protejam suas bicicletas. Como todos sabem um dos efeitos do lockdown tem sido um aumento no número de pessoas comprando bicicletas para se locomoverem e práticas de exercícios ao ar livre, já que as academias mantiveram fechadas por um bom tempo. Os comerciantes relatam que as vendas aumentaram em grau significativo e consequentemente os dados pesquisados demonstram um aumento no roubo de bicicletas. Entendemos que isso provavelmente significa que os ladrões estão procurando alvos mais fáceis e a ascensão de novos entusiastas do ciclismo gerando a oportunidade para o crime. As seguradoras recomendam uma atenção especial quanto a segurança, além do uso de um cadeado, não deixar a bike solta sem vigilância, não pedalar sozinhos, e a noite em áreas bem iluminada e movimentada. Cuidem-se!

Festival de MTB Brasileiro
Aconteceu na último dia 30 o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike, no Instituto Mairiporã. E, logo no primeiro dia, dois títulos nacionais entraram em jogo com a categoria E-Bike campeões: Luma Diniz e Jhefferson Paiva, e o Short Track (XCC) Henrique Avancini e Giugiu Morgen, atleta da Sense Factory Racing sagraram-se os campeões brasileiros. O Evento atraiu os melhores ciclistas do País, com destaque para as elites masculina e feminina respectivamente. O atleta Henrique Avancini, competiu pela primeira vez após se tornar o número 1 do ranking mundial da UCI (União Ciclística Internacional), Luiz Henrique Cocuzzi, Letícia Cândido, Raiza Goulão, Guilherme Muller, entre outros, mostraram garra nas pistas por mais um título nacional. O evento encerrou na segunda-feira (2), com a Trail Run (Corrida de Montanha). Lembrando que o evento seguiu à risca as regras de biossegurança impostas pela pandemia da Covid-19, e aconteceu sem a presença de público. 

Ainda sobre o festival 2020
Como todos sabem o Downhill é umas das principais atrações do MTB Festival, sendo realizado pelo segundo ano consecutivo, no Instituto Mairiporã-SP. Entre os homens, Maurício Cirne, o Minduin, foi o campeão numa briga acirrada com o campeão brasileiro Gabriel Giovannini por poucos décimos de segundos. Já no feminino, o título ficou com a pentacampeã brasileira Luana Oliveira. Parabéns a todos!
 

 

Publicidade
Publicidade
Comentários