Depois de Montes Claros, outros 13 municípios que integram a Macrorregião de Saúde do Norte de Minas poderão passar a receber vacinas contra a Covid-19 produzidas pela multinacional norte-americana Pfizer/BioNtech. Reunião nesse sentido foi realizada nesta sexta-feira (28) pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG), por videoconferência, com coordenadores das unidades regionais, gestores e referências técnicas de imunização de 73 municípios de todas as regiões mineiras com população igual ou superior a 30 mil habitantes. 
Foram repassadas informações sobre o armazenamento, preparo e uso das vacinas da Pfizer/BioNtech. A previsão é de que na próxima semana os municípios que aderirem à nova etapa de distribuição e uso do imunizante receberão a primeira remessa, em um total de 60.840 doses. 

Na primeira fase da descentralização, iniciada em 24 de maio, foram contemplados 47 municípios, com população acima de 79 mil habitantes. Montes Claros foi a única cidade do Norte de Minas incluída nessa fase, com acesso a 2.340 doses de vacinas, para aplicação em gestantes, puérperas e pessoas com comorbidades. 

Nesta segunda etapa, entre os 54 municípios da área de atuação da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros (SRS), nove deverão passar a receber vacinas da Pfizer: Bocaiúva; Brasília de Minas; Espinosa; Jaíba; Janaúba; Porteirinha; Rio Pardo de Minas; Salinas e Taiobeiras. 

Pirapora e Várzea da Palma, da área de jurisdição da Gerência Regional de Saúde de Pirapora (GRS), são outras duas cidades relacionadas para receber vacinas da Pfizer. Na área de atuação da GRS de Januária, a previsão é de que sejam contemplados Januária e São Francisco.
A superintendente regional de Saúde de Montes Claros, Dhyeime Thauanne Pereira Marques, destaca que a ampliação do número de municípios com acesso ao imunizante possibilitará o avanço da vacinação, o que contribuirá com a redução dos impactos que a pandemia tem causado.

Nove hospitais vão receber kit intubação

Nove hospitais do Norte de Minas já podem ter acesso à nova remessa de 5.325 medicamentos do kit intubação, para tratamento de pessoas acometidas pela Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou que as instituições têm a opção de receber os medicamentos diretamente, na rede de frios da SES-MG, em BH, ou via Correios. 

Nas últimas semanas, ainda de acordo com a SES, as instituições de saúde do Norte de Minas que integram a rede de referência no atendimento de pacientes com Covid haviam recebido 15.205 medicamentos. A quantidade para cada instituição se baseia em dados fornecidos semanalmente pelos hospitais à Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros. 

A remessa inclui 2.800 unidades de Fentanila Citrato; 2.200 de Artracúrio Besilato e 325 de Midazolan. Em Montes Claros as instituições contempladas são: Santa Casa (2.200 unidades); Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro (600); Hospital Universitário Clemente de Faria (450) e o Prontosocor (50).

As outras instituições região beneficiadas são: Hospital Regional de Janaúba (1.700 unidades); Hospital Municipal Dr. Oswaldo Prediliano Santana, de Salinas (200); Hospital Municipal de Francisco Sá (110); Hospital Municipal Dr. Gil Alves, de Bocaiúva (10 unidades) e a Fundação Municipal de Assistência à Saúde (Funasa) de São João da Ponte (cinco unidades).