Nomes curtos, de inspiração bíblica e com belos significados. Essas são as principais características dos nomes mais escolhidos para crianças em 2021. No topo da lista em Minas estão Miguel e Helena.

“Talvez pela situação que vivemos nos últimos dois anos, a escolha por nomes bíblicos tenha se acentuado, com a busca das pessoas por esperança e conforto diante das adversidades”, avalia Gustavo Renato Fiscarelli, presidente da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).

Em Montes Claros as escolhas não foram muito diferentes. “Entre as meninas, estão Helena, Luíza, Elisa, Maria Alice e Maitê ou Maithê, que seria Maria Tereza, abreviado. Antes não podia, mas agora o juiz deixa”, diz o gerente do Cartório de Registro Civil de Montes Claros, Cláudio Teixeira de Almeida.

Já entre os meninos, os nomes mais escolhidos foram Heitor, Miguel, Gael, David e Matheus.

Para a mamãe de primeira viagem Aphoena Maria Câmara Rodrigues, a escolha por Gael levou em conta o fato de ser um nome forte e pelo significado: belo, generoso, honesto, sonhador e amoroso.

O pequeno, agora com 5 meses, é a alegria do casal. “Também gostamos porque lembra o nome do pai, que é Gabriel, e por ser bíblico”, conta Aphoena.

Já a mãe da pequena Maitê, que nasceu em agosto de 2021, conta que sempre pensou em dar um nome pequeno à filha. “É um nome bonito e forte e achamos Maitê o nome ideal por ser pequeno, e ter o significado de pessoas amorosas, determinadas e dóceis”, diz Déborah Daniele Souza Figueiredo.
 
MAIS PRÁTICO 
Para o presidente do Sindicato dos Oficiais de Registro Civil de Minas Gerais (Recivil), Genilson Gomes, nomes curtos e simples facilitam na alfabetização da criança, além de facilitar a vida delas. 

“Um fato interessante é pensar na alfabetização das crianças. Percebemos ainda que a escolha por nomes mais simples e nacionais evita que as crianças passem por constrangimentos futuros”, avalia.