Em meio à instabilidade da economia, abrir o próprio negócio se tornou a luz no fim do túnel para vários mineiros. No Norte de Minas,  estão registrados  45.538 microempreendedores individuais, o que representa 1,9% do total do Estado. Somente em Montes Claros, 17.798 microempreendedores formalizaram o negócio. A cidade é a sexta no Estado com maior    número    de formalizações de Microempreendedores Individuais – MEI.

Além de Montes Cla- ros, Janaúba (2.438); Pi- rapora (1960); Salinas (1882); Taiobeiras (1650) e Januária (1424) também se destacam com grande número de formalizações.

“Nos últimos anos, houve um aumento significativo no número de MEIs, influenciado, principalmente, pelos grandes índices de desemprego, fazendo com que muitas pessoas encontrassem no empreendedorismo uma fonte de renda para o sustento da família”, justifica Viviane Soares, analista do Sebrae Minas.

Ao todo, Minas tem 953 mil Microempreendedores Individuais, atrás apenas de São Paulo (2,2 milhões) e do Rio de Janeiro (964 mil).

Os setores de serviço e comércio somam juntos 700 mil formalizados, ou 73,5% dos MEIs no Estado. As atividades que lideram o ranking de formalização são: cabeleireiro (84 mil MEIs), comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (73 mil), obras de alvenaria (47 mil), lanchonetes (26 mil) e bares (25 mil ).

Em relação ao perfil do MEI mineiro, o levantamento mostra que 53% são homens e 47% mulheres. Além disso, 54% dos MEIs no estado têm entre 31 e 50 anos. “Apenas a faixa etária entre 31 e 40 anos concentra 290 mil Microempreendedores Individuais, 30,5% dos MEIs no Estado”, afirma a analista do Sebrae Minas.

PROGRAME-SE
De 20 a 24 de maio, o Sebrae promove em todo o país a Semana do MEI. A programação completa e as inscrições para as atividades gratuitas em Montes Claros estão disponíveis no site www.sebrae. com.br/minasgerais.

SAIBA MAIS
Por dentro do MEI

- O que é um Micro Empreendedor Individual?

MEI é a pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário para aproveitar as vantagens de ter CNPJ. Para se cadastrar como MEI é preciso faturar no máximo R$ 81 mil por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular.

- Quais as vantagens de ser um MEI?

- Ter um empregado contratado de forma legal que receba salário mínimo ou piso da categoria;

- Conseguir CNPJ;

- Abertura de conta como pessoa jurídica;

- Linhas de créditos com taxas mais baixas;

- Emitir nota fiscal;

- Benefícios previdenciários (aposentadoria, licença-maternidade e auxílio-doença)

- Não pagar alvará de funcionamento