O desejo dos pais, padrinhos e familiares de agradarem as crianças é a esperança dos lojistas de Montes Claros de melhorar o movimento do comércio. Até segunda-feira (12), Dia das Crianças, as lojas de brinquedos vão abrir esperando fazer a festa, mesm sob o véu da pandemia. Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Montes Claros (CDL), Ernandes Ferreira, as pesquisas internas da instituição apontam para um aumento de 5% a 7% nas vendas em relação ao ano passado.

“Percebemos um otimismo do empresário e também dos consumidores. A intenção de compra para esta data é de quase 80%. Estamos num momento de retomada da economia. Esse dinheiro novo que está entrando no mercado, com o auxílio e as parcelas do FGTS, tem estimulado o consumo e essa semana as pessoas estão fazendo suas compras”, disse Ernandes, que destaca o segmento de brinquedos como o mais atraente aos consumidores, seguido dos eletroeletrônicos, com espaço também para o vestuário e calçados infantis.

Para Juliele Fonseca, que há 11 anos gerencia uma loja de brinquedos e variedades no Centro da cidade, a expectativa é realmente das melhores. “Vamos abrir no domingo e também na segunda-feira por duas horas. Como o brasileiro deixa tudo para a última hora, esperamos vender mais. Mas já está melhor do que o ano passado e já ultrapassou a nossa expectativa”, afirmou a gerente.

Bruna Fialho é mãe de Melissa, de 2 anos, e não pretende deixar a data passar em branco. Habituada a comemorar os momentos com o marido e a filha, lamenta não poder sair este ano para festejar. “Não acredito que ela tenha conhecimento do que é a data, mas de minha parte faço questão de marcar na memória dela e vou poder mostrar fotos quando ela estiver mais velha. Um pequeno gesto já marca muito, mas como estamos na pandemia, não posso fazer um piquenique ao ar livre ou levá-la ao parque. O presente é uma boa opção”, revela a analista operacional, que ainda vai sair para comprar o presente e procura preços mais em conta. “Ela me pediu uma boneca específica, mas o valor é muito alto e vou substituir por algo mais em conta e que agrade”, complementa.
 
PROTEÇÃO
O presidente da CDL pede ainda que os consumidores e comerciantes estejam atentos às medidas de segurança. “O comércio demorou um pouco para a reabertura total. A gente vê uma demanda reprimida e agora os consumidores indo às compras. Temos alertado aos dois lados para manterem o uso da máscara, do álcool em gel e cautela para a prevenção à Covid. Esperamos que o Dia das Crianças seja bom e estamos otimistas também com a Black Friday e o Natal, a partir das nossas projeções e estimativas de consumo interno, com número igual ou melhor do que o ano passado”, avaliou.


“Vemos uma demanda reprimida e os consumidores indo às compras. Temos alertado aos dois lados para manterem o uso da máscara, do álcool em gel e cautela para a prevenção à Covid”
 
Ernandes Ferreira, presidente da CDL