A Câmara Municipal de Montes Claros realiza, nesta quinta-feira (12), às 8h30, no Plenário da Casa, audiência pública para discutir a inclusão do mel e os subprodutos na merenda escolar e a cadeia produtiva do alimento no Norte de Minas.

De indicação do vereador Daniel Dias (PCdoB) o debate vai tratar do Projeto de Lei 82/2019, que tramita no Legislativo. A proposta em questão visa inserir o alimento na complementação da merenda escolar, que é gerido por nutricionistas e pelo Conselho de Alimentação Escolar (CAE). Os produtos deverão ser adquiridos exclusivamente da agricultura familiar do município e as despesas decorrentes da execução correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.

“O mel é um alimento de alta qualidade, rico em energia e inúmeras outras substâncias benéficas ao equilíbrio dos processos biológicos de nosso corpo. A inclusão dele na merenda escolar, sob supervisão de profissional nutricionista, vai enriquecê-la e colaborar com o desenvolvimento físico e intelectual das crianças e adolescentes”, diz Daniel Dias.

Cadeia produtiva

Também na audiência terá a abordagem da apicultura regional, que representa grande potencial econômico em função de características peculiares, como necessidade de pequenas áreas, baixos investimentos e ciclo curto.

Segundo Daniel Dias, a apicultura é uma das poucas atividades capazes de ser praticada em qualquer região do país principalmente no Norte de Minas com aproximadamente cinco anos de seca consecutivas. “A apicultura gera impactos positivos, tanto sociais, quanto econômicos, contribuindo para a manutenção e preservação do Ecossistema/Bioma cerrado e consequentemente para aumentar os índices pluviométricos. A cadeia produtiva propicia a geração de inúmeros postos de trabalho, empregos e fluxo de renda, principalmente no ambiente da agricultura familiar, sendo, dessa forma, determinante na melhoria da qualidade de vida”, finaliza o vereador.