Samuel Nunes


Repórter


samuelnunes@onorte.net



Localizado na Zona Sul de Montes Claros. o Bairro Mangues está convivendo com algo atípico e distante da realidade de outros bairros da cidade, em termos de organização da associação de moradores. Esse bairro conta com duas associações de moradores. O Norte esteve, na manhã de ontem, terça-feira, no Mangues, para ouvir as partes envolvidas nesse episódio. Ouvido pela reportagem, o presidente da Associação dos moradores e amigos da Vila Mangues, com sede e foro na comarca de Montes Claros e fundada em 03 de junho de 2001, Luiz Soares, diz que iria decidir na noite de ontem se a associação que ele dirige vai aceitar ou não uma nova eleição que já está marcada para o próximo dia 04 de junho. Ele afirma ainda que estaria disposto a abrir mão de sua candidatura e lançar uma nova chapa que, conseqüentemente, teria novos nomes.



Luiz diz que abriria mão de sua candidatura e lançaria como candidato a presidente Evangélio Prates Fonseca e como vice Adenise Gonçalves Dias. Ele indaga os motivos que levaram a outra associação a renovar os documentos da associação sem o consentimentos e conhecimento dos moradores do bairro.



Ainda sobre as eleições marcadas para o dia 04 de junho, Luiz Soares diz que 90% dos moradores do bairro não aceitariam uma nova eleição, no entanto, sua chapa vai disputar o pleito. Ele cita alguns benefícios adquiridos pela sua associação para o progresso do bairro, como a linha de ônibus 181, que circula no bairro desse 06 de março deste ano e que facilitou o acesso dos moradores a outras partes da cidade.



A OUTRA ASSOCIAÇÃO



O Norte também ouviu o presidente da Associação de moradores do Bairro Mangues, Fabiano Mota. Ele diz que a associação da qual Luiz Soares é o presidente não é regular, pois não tem CNPJ nem inscrição junto à receita estadual e outros documentos necessários para funcionamento de maneira legal. Sobre a linha de ônibus do bairro, Fabiano afirma que não concorda com Luiz ao dizer que foi a sua associação que conseguiu a vinda da linha 181. Fabiano conta que ele tem comprovantes e outros documentos que deixam claro que foi sua associação que trouxe esse beneficio para o bairro:



- Pode procurar a Transmontes ou a Transmoc para confirmar esta informação. 



Sobre a indagação do presidente da outra associação, Luiz Soares, de que a associação da qual Fabiano faz parte renovou os documentos sem o conhecimento dos moradores, Fabiano Mota afirma que não renovou qualquer documento, pois tudo que ele faz a sua diretoria tem conhecimento. Sobre a chapa constituída por Luiz Soares para a eleição do próximo dia 04 de junho, ele salienta que a atual diretoria da outra associação tem que abandonar os cargos e dar baixa na entidade para poder estar apta a disputar as eleições.



Fabiano diz que a entrega do formulário oficial é até o dia 25 de maio, às 17 horas, na sede da Cordam - Coordenadoria das associações de moradores do município de Montes Claros, com sede na Rua Nelson Alckmin, 613, Bairro Jardim Alvorada, ao cuidados de Carlos Gomes Pacheco, o cabo Pacheco, que é o presidente da entidade.



SOLUÇÃO PARA O IMPASSE



Sobre uma futura pacificação ou mesmo junção das duas associações do Bairro Mangues, Fabiano conta que espera que a disputa da eleição seja realizada nas urnas e que os moradores é quem tem a responsabilidade de decidir qual será o futuro. Ele ressalta ainda que quem vencer as eleições independentes tem quem seja tem que vencer com honestidade e, sobretudo deixar a associação vencedora trabalhar em beneficio do bairro. Outro ponto enfatizado por Fabiano Mota é que ele não concorda em uma candidatura de Luiz Soares, pois, o mesmo não é morador do bairro Mangues, ele concorda que Luiz Soares pode até lançar e apoiar alguma candidatura, mas devido ele não ter residência fixa naquele bairro segundo reza um artigo do estatuto da associação o mesmo não teria condições jurídicas para tal. Já Luiz Soares afirma que a solução que ele enxerga para a solução deste problema é que logo que for declarado o vencedor nas eleições do dia 04 de junho a chapa perdedora tem que ir até o cartório e cancelar todos os documentos da associação. Sobre as declarações do presidente da outra associação Fabiano Mota que ele, Luiz Soares não é morador do bairro Mangues e que por este motivo não estaria apto a candidatar-se para a eleição do dia 04 de junho, O Norte tentou um contato com Luiz Soares para saber do mesmo a sua opinião sobre tal declaração, No entanto até o fechamento desta edição não tinha conseguido este contato.