Apesar do sinal verde para reabertura das salas de cinema dos shoppings Montes Claros e Ibituruna, a direção dos dois estabelecimentos decidiu permanecer de portas fechadas. Avaliação é que o Decreto Municipal 4.268, publicado no fim de semana, traz restrições que inviabilizam a retomada das atividades. 

Entre as medidas, limitação de 30% de ocupação dos lugares existentes e capacidade máxima de 50 pessoas por exibição. Além disso, veto a vendas de alimentos e obrigatoriedade de apresentar o cartão de vacinação com pelo menos 15 dias após a imunização.

“O filme por si não sustenta o público. A bomboniere é um atrativo e ajuda a manter o negócio. O uso da máscara é obrigatório, mas a pessoa pode retirar apenas enquanto come, assim como é nos restaurantes e eventos. Nada justifica essa proibição. Esse decreto é apenas ilustrativo”, reclama Paula Fagundes, gerente do Ibis Cinemas do Shopping Ibituruna, com 4 salas de exibição e 160 cadeiras em cada uma.

“O prefeito jogou a bomba no nosso colo. Autorizou, mas colocou todos os dificultadores e tornou impossível a reabertura”, reforça.

A gestora acrescenta que não houve reunião com o setor para alinhar as medidas. Os 16 funcionários foram desligados no fim de 2020.

A mercadoria que havia sido adquirida em grande quantidade pouco antes do fechamento e que atenderia ao público das quatro salas de cinema se deteriorou e as máquinas, paradas há 1 ano e 7 meses, precisam ser reativadas com profissionais de fora.

“Caso não haja alteração para pelo menos 50% de público e permissão de funcionamento da bomboniere, não é viável reabrir, pois prejuízo será maior”. 

A exigência da vacina também dificulta, na visão dela, “pois o público fiel é justamente o que está abaixo dos 18 anos”, ainda não vacinado. “Não se abre um cinema com um clique. As máquinas precisam ser religadas e talvez tenha que vir um técnico de Curitiba para reativar. Há tempos enviamos carta ao procurador e à Câmara Municipal, mas não tivemos respostas. Eles deveriam ter se reunido com os representantes dos dois shoppings. Faltou planejamento”, disse.

Ao contrário do Ibis, o Cinemais do Montes Claros Shopping é uma rede espalhada por diversas cidades do país. São cinco salas de exibição na cidade, sendo a maior com capacidade para 237 lugares e a menor, para 140. 

A gerência em Montes Claros optou também por manter portas fechadas. Com o fim do auxílio emergencial do governo o emprego dos 35 funcionários corre risco, bem como o próprio empreendimento.