A Capela Apóstolo Santiago, o Maior, construída por uma equipe de amigos do Padre Henrique Munaiz, no bairro Carmelo, em Montes Claros, voltou a receber missas, depois de dois anos fechada. O padre diocesano José Natalício Gomes assumiu o compromisso de realizar celebrações no primeiro e último sábados de cada mês, sempre às 18h30.

“É um dever muito grande celebrar nesta capela, pelo fato de ter uma história. É uma verdadeira alegria essa consciência que o povo tem da importância do Padre Henrique para Montes Claros e do ambiente que ele criou. A gente não está celebrando para substituí-lo. A Igreja estava fechada e achamos que poderíamos reabrir e manter a memória dele”, disse o pároco.
 
ADMIRAÇÃO 
Ele contou que se aproximou do jesuíta nos últimos três anos que antecederam a sua partida, em 2017, mas que sempre foi um conhecedor do seu trabalho.

“Já conhecia há muitos anos o trabalho do Padre Henrique. Depois, nos aproximamos e convivemos mais de perto. Foi o tempo suficiente para admirá-lo. Ele fez muito pela cidade. A igreja estava lotada. Teve gente assistindo do lado de fora. Foi impressionante a presença, o carinho e a alegria do povo durante a missa. Ele era uma pessoa muito santa e muito sábia. A missa é a mesma, mas o ambiente é diferente e vamos sempre nos lembrar dele”, reforçou.

Suely Braz, que, com o esposo Cláudio, foi assistente do Padre Henrique e continua cuidando dos projetos sociais criados por ele, se emocionou com o evento.

“A capela já transmite muita coisa boa, e ver aquela multidão chegando para acompanhar, foi muito gratificante. A comunidade pedia pela reabertura da igreja e o retorno das celebrações”, disse Suely.

A Capela Apóstolo Santiago, o Maior, foi um sonho do Padre Henrique, realizado por meio de uma comissão de amigos e colaboradores. O projeto da capela e a execução da obra foram acompanhados de perto pelo padre. O recurso foi angariado com a venda de rifas e a realização de eventos beneficentes, por meio da comissão, liderada pela jornalista Ruth Jabbur e inaugurada em 2014, um ano depois de idealizada.

Há cerca de um mês, Raquel Muniz, por meio de emenda parlamentar, fez a entrega da quadra coberta no projeto social criado pelo Padre Henrique, cumprindo mais um dos seus pedidos. Ela comemorou a retomada das missas e, durante o evento, destacou a necessidade de manter vivos os projetos deixados pelo Padre Henrique.

“Na celebração, foi possível sentir a presença dele, a força do seu espírito caridoso e o amor que ele sentia por todos. Isso certamente nos fortalece para dar continuidade à missão dele, que agora é a nossa herança”, assegurou.