Quem circula pelo Centro de Montes Claros tem usado as redes sociais para protestar contra o fechamento dos banheiros públicos na Praça Dr. Carlos. Passageiros de ônibus seriam o grupo mais prejudicado. Esta semana, viralizou na cidade o vídeo de um senhor que no domingo aguardava o coletivo, precisou utilizar o banheiro e encontrou as portas fechadas. 

A ambulante Patrícia Vieira Santos passa todo o dia na região e diz que os banheiros fazem falta principalmente para idosos que usam medicamentos e precisam urinar com frequência.

“Quem tem pressão alta e toma remédio não consegue controlar. Já presenciei várias cenas deploráveis aqui”, afirmou.

Ela acrescenta que para quem, como ela, trabalha na rua, a dificuldade também é grande. “Quando preciso usar o banheiro tenho que ir ao Shopping Popular, do outro lado da praça. Deixo o carrinho aberto e corro o risco de ficar sem as coisas, mas infelizmente não existe opção. Um funcionário da prefeitura que veio aqui falou que não tem água e por isso eles fecham o banheiro”, disse. 

O aposentado Adão Gonçalves reforça que é comum ver pessoas perdendo o ônibus porque têm que ir ao Shopping Popular ou ao Centro Cultural, a cerca de quatro quarteirões da praça, para utilizar o sanitário.

“Dependendo da necessidade, a pessoa fica até desorientada. No Centro Cultural tem banheiro, mas às vezes não dá tempo de chegar lá, ou quando a pessoa vai, perde o ônibus. Hoje, por exemplo, meu ônibus está atrasado 15 minutos. Mas se eu sair para procurar um banheiro, o transporte pode passar e aí só Deus sabe quando virá outro”, lamenta.

Lady Tainara trabalha nas proximidades da praça e diz que a situação vai além das portas fechadas. “Fechar o banheiro atrapalha não só as pessoas que esperam o ônibus, mas também aquelas que vêm de outras cidades e passam longos períodos no Centro. Nunca entrei no banheiro, mas só de passar na porta sinto o mau cheiro. É preciso melhorar a estrutura e oferecer um serviço de qualidade, porque não adianta nada estar aberto e ser precário. Gostaria que as autoridades dessem mais atenção ao que é do povo”, diz. 

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Montes Claros não soube informar sobre a falta de água alegada por funcionários e o motivo pelo qual os sanitários estão fechados. A informação é de que a prefeitura decidiu terceirizar o serviço e houve uma licitação esta semana para empresas assumirem os banheiros das Praças Dr. Carlos, Coronel Ribeiro e do Parque Municipal, mas não teriam surgido interessados. Sobre o prazo para reabertura dos sanitários e nova licitação, não houve retorno até o fechamento da edição.