Minas do Norte

MOC poderá ampliar cirurgias cardíacas

Comissão regional aprovou início de processo para habilitação do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira para prestar o serviço

Larissa Durães
Publicado em 11/07/2022 às 21:52.
Processo está apenas começando: se aprovado, o benefício para a região é considerável (hc mário ribeiro/divulgação)

Processo está apenas começando: se aprovado, o benefício para a região é considerável (hc mário ribeiro/divulgação)

Montes Claros poderá ter reforço no atendimento a pacientes com problemas cardíacos complexos. O Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro da Silveira recebeu autorização da Comissão Intergestores Bipartite do Sistema Único de Saúde do Norte de Minas (CIB-SUS) para iniciar o processo de habilitação para realizar cirurgias cardiovasculares de alta complexidade.

A aprovação ocorreu em reunião realizada na última sexta-feira (8), que contou com a participação de gestores dos 86 municípios que compõem a macrorregião de saúde do Norte de Minas.

De acordo com as referências técnicas da Coordenação de Atenção à Saúde da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros (SRS), Ludmila Ferraz e Denilson Paranhos, o processo foi iniciado pela Secretaria Municipal de Saúde e será avaliado pela Secretaria de Estado de Saúde e, posteriormente, será submetido à avaliação do Ministério da Saúde. 

Após essa fase, acontece a atuação da Vigilância Sanitária Municipal, que inspecionará o HC para avaliar se há condições adequadas para a realização de procedimentos cirúrgicos, seguindo normas estabelecidas por portaria do Ministério da Saúde.

A possibilidade de credenciamento é considerada muito positiva pela direção do hospital. “Fizemos este pleito no ano passado e estamos aguardando o início dos trâmites. Iremos acompanhar e faremos também o que for demandado e necessário providenciar para que esteja tudo a tempo e a hora para que o credenciamento ocorra de forma eficiente”, afirma a médica Luciana Santana, diretora do hospital.

A médica ressalta que a estrada ainda é longa, pois faltam várias etapas a serem percorridas.

A proposta apresentada pela Secretaria Municipal de Saúde à SRS prevê, caso o processo de habilitação seja aprovado, que o HC poderá realizar, mensalmente, 54 cirurgias cardiovasculares e 57 procedimentos intervencionistas.

Atualmente, Montes Claros possui três instituições habilitadas para a realização de cirurgias cardiológicas de alta complexidade: o Hospital Aroldo Tourinho; o Hospital Dílson Godinho e a Santa Casa.
 
GANHO PARA A REGIÃO
A diretora do HC acredita que, para a região, quando tudo estiver aprovado e as cirurgias começarem, será um ganho por ser mais um hospital com portas abertas para atender os pacientes do Norte de Minas e até de outras regiões do Estado. “Sabemos que o Noroeste de Minas tem a área de cardiovascular desassistida. Então, acredito que o HC vai poder colaborar com assistência a esses pacientes”. 

A ampliação do número de prestadores de serviços de alta complexidade abre boas perspectivas para agilizar o atendimento das demandas de saúde da população, na avaliação da superintendente Regional de Saúde de Montes Claros, Dhyeime Thauanne Pereira Marques.

Isso irá reduzir a sobrecarga nas instituições que atualmente já realizam tais procedimentos.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por