As ruas e avenidas de Montes Claros foram palco de mais de 11 acidentes por dia, em média, de janeiro a agosto deste ano. São cinco pessoas vítimas da violência no trânsito diariamente. Números que assustam e fazem a Semana Nacional do Trânsito, que termina neste sábado (25), ganhar importância.

Com o slogan “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”, a campanha tem o objetivo de chamar atenção para a importância das ações individuais de condutores de veículos na prevenção de acidentes.

Uma das vítimas da imprudência ao volante na cidade é a servidora pública Lidiana Oliveira. O carro onde ela estava foi atingido por um veículo que invadiu a contramão. “Fui vítima de um acidente de trânsito por imprudência de outro motorista. Motoristas estes que colocam em risco a vida deles e dos demais”, afirma.

Recuperada das lesões físicas, Lidiana carrega traumas psicológicos e fobia de trânsito desde então. “É importante respeitar as regras de trânsito e, principalmente, ter calma e paciência para evitar tragédias muitas vezes irremediáveis”, diz a servidora.

Segundo dados do 11º Departamento de Polícia Civil de Montes Claros, de janeiro a agosto de 2020 foram registrados 2.693 acidentes de trânsito no município. No mesmo período deste ano já são 2.790 ocorrências – crescimento de quase 4%.
 
CAMPEÃ
A maioria dos acidentes com vítimas acontece nas grandes avenidas da cidade e a Deputado Plínio Ribeiro é a campeã em ocorrências: foram 56 em oito meses de 2020 e 61 no mesmo período deste ano.

Em seguida aparecem as avenidas Deputado Esteves Rodrigues (Sanitária), Governador Magalhães Pinto, MGC-135, João XXIII, Dulce Sarmento, Nossa Senhora de Fátima, Rui Albuquerque, Leonel Beirão de Jesus e avenida dos Militares, completando o ranking das dez vias com maior número de acidentes em Montes Claros.
 
RESULTADO DA BALADA
O horário em que mais ocorrem acidentes com vítimas é entre 00h e 00:59h, segundo levantamento da PC, e geralmente aos sábados. Já os acidentes sem vítima são mais comuns na segunda-feira.

De acordo com o delegado Jurandir Rodrigues, Chefe do 11º Departamento de Polícia Civil, o fato de essas avenidas serem vias de maior fluxo de veículos favorece a ocorrência de mais acidentes. A maioria deles envolve condutores do sexo masculino, com idades entre 35 e 59 anos.

“Negligência e imprudência são as causas. Não temos como afirmar que o álcool é uma condição que favorece a maioria dos acidentes, entretanto, é fato comprovado que uma pessoa que ingeriu bebida alcoólica perde reflexos e pode colocar em risco sua vida e a vida de outras pessoas”, alerta o delegado.

A corporação tem feito blitze educativas e palestras nas escolas para conscientizar sobre a importância da segurança no trânsito. 

A programação da Semana Nacional do Trânsito, iniciada no dia 18, segue até este sábado, com orientação a motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres na rua Professor Monteiro Fonseca, Vila Brasília, das 9h às 11h.

Motos no topo
Boletins diários do Samu apontam para prevalência de acidentes envolvendo motociclistas em Montes Claros. Só nesta semana, até quarta-feira, dos 21 atendimentos de ocorrência de trânsito, 15 envolveram motociclistas.

A Empresa Municipal de Planejamento, Gestão e Educação em Trânsito (MCTrans) revela que a partir de um monitoramento da equipe de engenharia de trânsito foi diagnosticado um crescimento no sistema viário da cidade no mês de agosto.

“Trabalhamos com o intuito de conscientizar a população sobre a importância dessa responsabilidade no trânsito, que é de todos e seguimos com a campanha educativa durante toda a semana”, afirma Viviane Tanure, presidente da MCTrans.