Mais de 82% da população norte-mineira já foi vacinada com a primeira dose contra a Covid-19 e mais de 50% totalmente imunizada. Apesar de os números mostrarem um cenário favorável no Norte de Minas, o surgimento de surtos pelo novo coronavírus na região acende o alerta para que a população não relaxe com as medidas de segurança.

Três surtos da doença estão sendo acompanhados pela Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Montes Claros. Um em Botumirim, com 41 casos confirmados e uma pessoa intubada; nove casos em Guaraciama, cujo foco teria sido um evento religioso; e cinco ocorrências na Unidade Socioeducativa de Montes Claros.

Um surto é caracterizado pelo aumento repentino do número de casos de uma doença em uma região específica.

Por causa desses novos registros, a SRS reforçou a importância de os gestores de saúde orientarem a população para a importância de se manter as ações de prevenção à disseminação da Covid.

O assunto foi tratado durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), realizada na última sexta-feira, com gestores de saúde da microrregião de Montes Claros.

“Apesar de a macrorre-gião Norte já ter alcançado 81,59% da população contemplada com a primeira dose de uma das vacinas contra a Covid-19 e a cobertura vacinal com as duas doses aplicadas já tenha alcançado 55,72% dos habitantes da região, é importante que os municípios mantenham as medidas de orientação da população com relação aos cuidados com a higiene e o distanciamento social”, enfatiza a coordenadora de Vigilância em Saúde da SRS, Agna Soares da Silva Menezes.
 
VOLTA ÀS AULAS
Segundo ela, é preciso reforçar as medidas de precaução, principalmente após a volta às aulas presencial, com parte dos jovens de 12 a 17 anos ainda recebendo a dose contra o novo coronavírus.

“Antes do relaxamento das medidas de prevenção é necessário que o Estado alcance altos índices de cobertura com a aplicação da segunda dose contra a Covid, o que dará mais segurança quanto à imunidade coletiva da população”, alerta Agna Menezes.

Além do encaminhamento de notificação ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs-MG) sobre os surtos de Covid-19 registrados na região, a Superintendência Regional de Saúde enviou amostras de exames de pacientes acometidos pela doença para análise na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte, para a realização do sequenciamento genético do vírus circulante na região.